Scielo RSS <![CDATA[Revista Pan-Amazônica de Saúde]]> http://scielo.iec.gov.br/rss.php?pid=2176-622320200001&lang=pt vol. 11 num. lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://scielo.iec.gov.br/img/en/fbpelogp.gif http://scielo.iec.gov.br <![CDATA[Avaliação da atividade antibacteriana de plantas medicinais de uso popular: <em>Alternanthera brasiliana</em> (penicilina), <em>Plantago major</em> (tansagem), <em>Arctostaphylos uva-ursi</em> (uva-ursi) e <em>Phyllanthus niruri</em> (quebra-pedra)]]> http://scielo.iec.gov.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-62232020000100010&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Os estudos de substâncias obtidas de vegetais vêm adquirindo novas perspectivas, em razão dos problemas associados à terapêutica de diversas infecções, principalmente no que diz respeito à resistência aos antimicrobianos. OBJETIVOS: Avaliar a atividade antibacteriana de plantas medicinais, frente a diferentes espécies de bactérias, bem como analisar seus perfis cromatográficos. MATERIAIS E MÉTODOS: Foram obtidos o extrato hidroalcoólico e as frações diclorometano, acetato de etila, n-butanol e aquosa das plantas Alternanthera brasiliana, Plantago major, Arctostaphylos uva-ursi e Phyllanthus niruri, que foram testados pelo método de microdiluição em caldo utilizando-se cepas de Mycoplasma genitalium, Mycoplasma hominis, Ureaplasma urealyticum, Escherichia coli, Staphylococcus aureus, Staphylococcus saprophyticus, Proteus mirabilis e Klebsiella pneumoniae. Com isso, foi determinada a concentração inibitória mínima (CIM) das amostras. O perfil cromatográfico dos extratos e frações foi determinado por meio da técnica de cromatografia em camada delgada. RESULTADOS: A fração acetato de etila de A. uva-ursi apresentou CIM de 125 µg/mL contra M. genitalium e de 31,25 µg/mL contra S. aureus, sendo essa última uma atividade antibacteriana excelente. Para a mesma fração, P. niruri apresentou atividade antibacteriana moderada, com valores de CIM de 250 µg/mL contra M. genitalium e S. aureus. As espécies A. brasiliana e P. major apresentaram fraca ou nenhuma atividade contras as cepas testadas. CONCLUSÃO: Não foi possível estabelecer uma estreita relação entre o uso popular, a atividade antibacteriana in vitro e o perfil fitoquímico das plantas, uma vez que os efeitos antibacterianos das espécies vegetais estudadas variaram frente às diferentes bactérias com e sem parede celular.<hr/>ABSTRACT Studies of substances obtained from vegetables have been acquiring new perspectives, due to problems associated with the treatment of several infections, mainly about the resistance to antimicrobials. OBJECTIVES: To evaluate the antibacterial activity of medicinal plants against different species of bacteria, as well as to analyze their chromatographic profiles. MATERIALS AND METHODS: Hydroalcoholic extract and dichloromethane, ethyl acetate, n-butanol, and aqueous fractions were obtained from Alternanthera brasiliana, Plantago major, Arctostaphylos uva-ursi, and Phyllanthus niruri, which were tested by the broth microdilution method using strains of Mycoplasma genitalium, Mycoplasma hominis, Ureaplasma urealyticum, Escherichia coli, Staphylococcus aureus, Staphylococcus saprophyticus, Proteus mirabilis, and Klebsiella pneumoniae. Thus, the minimum inhibitory concentration (MIC) of those samples was determined. The chromatographic profile of the extracts and fractions was determined by thin layer chromatography technique. RESULTS: The ethyl acetate fraction of A. uva-ursi presented MIC of 125 µg/mL against M. genitalium and 31.25 µg/mL against S. aureus, the latter has been an excellent antibacterial activity. For the same fraction, P. niruri showed moderate antibacterial activity, with MIC of 250 µg/mL against M. genitalium and S. aureus. The species A. brasiliana and P. major showed little or no activity against the tested strains. CONCLUSION: It was not possible to determine a close link between popular medicine, in vitro antibacterial activity, and the phytochemical profile of plants, since the antibacterial effects of the studied plant species have varied compared to different bacteria with and without cell walls. <![CDATA[Seguimento de crianças expostas intraútero ao vírus Zika na Região Metropolitana de Belém, Pará, Brasil]]> http://scielo.iec.gov.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-62232020000100011&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO INTRODUÇÃO: A emergência do vírus Zika (ZIKV), que afetou gravemente o nordeste do Brasil, revelou a ocorrência de malformações congênitas durante a gestação. Atualmente, têm sido registradas alterações que envolvem desde anormalidades físicas, como microcefalia, artrogripose e anomalias cerebrais detectadas por exames de neuroimagem, até alterações de comportamento, como irritabilidade e excitabilidade. OBJETIVO: Sob essa perspectiva, procurou-se, por meio do acompanhamento clínico e de exames laboratoriais e de imagem, uma abordagem multiprofissional com ênfase na investigação do desenvolvimento neuropsicomotor, da visão e da audição para a obtenção de informações sobre a infecção materno-fetal. MATERIAIS E MÉTODOS: Para tal, 92 crianças nascidas de mulheres infectadas durante a gravidez pelo ZIKV foram acompanhadas no período de agosto de 2017 a julho de 2018. RESULTADOS: Entre os investigados, 55 (59,8%) crianças eram do gênero masculino; 46 (50,0%) mães foram infectadas no segundo trimestre da gestação; duas (2,2%) crianças apresentaram microcefalia ao nascimento e uma (1,1%) apresentou características clínicas compatíveis com microcefalia pós-natal. Ademais, no acompanhamento, constatou-se a existência de alterações de comportamento que podem comprometer o neurodesenvolvimento infantil, como a irritabilidade extrema, com incidência significativa (p &lt; 0,0001), seguida de agressividade e hiperexcitabilidade, apesar de exames de imagens normais. CONCLUSÃO: Diante desses achados, reforça-se a necessidade de um acompanhamento multiprofissional sistemático das crianças expostas intraútero, para identificar alterações precoces e tardias associadas ao ZIKV e implementar atividades psicomotoras que possam atenuar as sequelas no neurodesenvolvimento infantil.<hr/>ABSTRACT INTRODUCTION: The emergence of the Zika virus (ZIKV), which severely affected Northeastern Brazil, revealed the occurrence of congenital malformations during pregnancy. Currently, changes have been recorded from physical abnormalities, such as microcephaly, arthrogryposis, and brain abnormalities detected by neuroimaging tests, to behavioral changes as irritability and excitability. OBJECTIVE: From this perspective, a multidisciplinary approach was conducted by clinical follow up and lab and imaging tests, with emphasis on investigating the neurological and psychomotor development, vision and hearing in order to get information on maternal and fetal infection. MATERIALS AND METHODS: For that purpose, 92 children born to women infected by ZIKV during pregnancy were followed up from August 2017 to July 2018. RESULTS: Among the patients investigated, 55 (59.8%) children were male; 46 (50.0%) mothers were infected in the second trimester of pregnancy; two (2.2%) children had microcephaly at birth and one (1.1%) presented signs and symptoms associated with postnatal microcephaly. In addition, during clinical follow-up, behavioral changes that could affect child neurodevelopment were found, such as extreme irritability, with significant incidence (p &lt; 0.0001), followed by aggressiveness and hyperexcitability, despite normal imaging tests. CONCLUSION: According to these results, must be enhanced the need for multi-professional follow up of children with in utero ZIKV exposure in order to identify early and late changes associated with ZIKV and to conduct psychomotor activities that can reduce the sequelae in child neurodevelopment. <![CDATA[Acesso a serviços de saúde por ribeirinhos de um município no interior do estado do Amazonas, Brasil]]> http://scielo.iec.gov.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-62232020000100012&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO OBJETIVO: Descrever as características do acesso a serviços de saúde por ribeirinhos do município de Coari, estado do Amazonas, Brasil. MÉTODOS: Estudo descritivo, transversal, de base populacional, conduzido com ribeirinhos residentes na zona rural de Coari, no período de abril a julho de 2015. As entrevistas foram realizadas por meio de questionário previamente elaborado. Foram utilizadas variáveis socioeconômicas, demográficas e de acesso a serviços de saúde. A amostra probabilística por conglomerados foi composta por 492 sujeitos. RESULTADOS: Mais da metade (54,9%) dos ribeirinhos utilizavam pequenas embarcações de madeira para acessar os serviços de saúde, navegando em média 60 km e tempo médio de viagem de 4,2 h. O serviço de saúde mais procurado pelos ribeirinhos foi o hospital (65,0%), seguido da Unidade Básica de Saúde (26,6%) e de farmácias (5,4%). Cerca de um em cada quatro ribeirinhos (22,2%) afirmaram tentar agendar uma consulta médica sem êxito, tendo como principais motivos a falta de fichas (vagas) para agendamento (57,8%), a falta de profissionais para atendimento (28,4%) e a demora no atendimento para a marcação de consulta (13,8%). CONCLUSÃO: O acesso a serviços de saúde pelos ribeirinhos é limitado, sobretudo por barreiras geográficas. É necessária a articulação entre estratégias que promovam o acesso aos serviços de saúde pelos ribeirinhos, viabilizando a continuidade da assistência a saúde a essa população.<hr/>ABSTRACT OBJECTIVE: To describe the characteristics of access to health services for riverside dwellers in the Municipality of Coari, Amazonas State, Brazil. METHODS: Descriptive, cross-sectional, population-based study was conducted with riverside dwellers in the rural area of Coari, from April to July 2015. The interviews were conducted using a previously prepared questionnaire. Socioeconomic, demographic and access to health services variables were used. The probabilistic sample by clusters was composed of 492 subjects. RESULTS: More than half (54.9%) of the riverside inhabitants used small wooden boats to access health services, sailing the average of 60 km and of 4.2 h travel time. The health service most sought by those populations was hospital (65.0%), followed by Basic Health Unit (26.6%), and pharmacies (5.4%). About one in four riverside dwellers (22.2%) stated that they tried unsuccessfully to book a medical appointment, with the main reasons being there were no appointments available (57.8%), the lack of professionals to assist them (28.4%), and the delay to get appointments (13.8%). CONCLUSION: The access to health services for riverside dwellers is limited, especially by geographical barriers. It is necessary to articulate strategies that promote access to health services, enabling the continuity of health care to this population. <![CDATA[Quantificação de colágeno tipos I e III em lesões de pele de pacientes portadores de hanseníase]]> http://scielo.iec.gov.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-62232020000100013&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO OBJETIVO: Quantificar as fibras de colágeno tipos I e III nas formas clínicas polares e inicial da hanseníase. MATERIAIS E MÉTODOS: Foram analisadas 39 amostras de pele conservadas em blocos de parafina, distribuídas nos grupos: indeterminado - MHI (9), tuberculoide - MHT (16) e virchowiano - MHV (14) e submetidas à microtomia e coloração de Picrosirius Red. As imagens foram analisadas pelo programa Image J e, para a análise estatística, usou-se o teste ANOVA (p &lt; 0,05). RESULTADOS: O colágeno tipo I ocupou, em MHI, MHT e MHV, respectivamente, 69% (DP ± 14,94), 54% (DP ± 18,66) e 44% (DP ± 18,06) da área da derme, com diferença estatística significante entre MHI e MHV (p &lt; 0,01). O colágeno tipo III ocupou, em MHI, MHT e MHV, respectivamente, 1,6% (DP ± 1,524), 2,6% (DP ± 1,787) e 4,5% (DP ± 2,325), com diferenças estatísticas significantes entre MHI e MHV (p &lt; 0,01) e entre MHV e MHT (p &lt; 0,05). Quanto à correlação de colágeno tipos I e III, obteve-se na forma MHI uma correlação negativa, forte e com significância estatística (r = -0,7000; p = 0,0433); para MHT, obteve-se uma correlação negativa, moderada e com significância estatística (r = -0,5029; p = 0,0471); enquanto para MHV não houve significância estatística (p = 0,7253; r = -0,1033). CONCLUSÃO: O tipo de hanseníase e seus aspectos imunopatológicos associados são determinantes nos níveis de colágeno identificados, observando-se gradualmente perda do colágeno tipo I e aumento do colágeno tipo III em MHI, MHV e MHT.<hr/>ABSTRACT OBJECTIVE: To quantify collagen fibers types I and III in the polar and initial clinical forms of leprosy. MATERIALS AND METHODS: A total of 39 skin samples preserved in paraffin blocks were analyzed, divided into undetermined - UL (9), tuberculoid - TL (16), and virchowian - VL (14), and submitted to Picrosirius Red microtomy and staining. The images were analyzed using the Image J software, and the ANOVA test was used for statistical analysis (p &lt; 0.05). RESULTS: Type I collagen covered 69% (SD ± 14.94), 54% (SD + 18.66), and 44% (SD ± 18.06) of the dermis area in UL, TL, and VL, respectively, with a statistically significant difference between UL and VL (p &lt; 0.01). Type III collagen covered 1.6% (SD ± 1.524), 2.6% (SD ± 1.787), and 4.5% (SD ± 2.325), of the dermis area in UL, TL, and VL, respectively, with statistically significant differences between UL and VL (p &lt; 0.01) and between VL and TL (p &lt; 0.05). As for the correlation of collagen types I and III, a negative, strong, and statistically significant correlation was obtained in the UL form (r = -0.7000; p = 0.0433); for TL, a negative, moderate, and statistically significant correlation was obtained (r = -0.5029; p = 0.0471); while for VL there was no statistical significance (p = 0.7253; r = -0.1033). CONCLUSION: The type of leprosy and its associated immunopathological aspects are determinant in the collagen levels were identified, and gradually showing loss of type I collagen and increase of type III collagen in UL, VL and TL. <![CDATA[Idosos com câncer no período pré-operatório: dados de qualidade de vida, ansiedade e depressão]]> http://scielo.iec.gov.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-62232020000100014&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO OBJETIVO: Avaliar dados da qualidade de vida (QV), a ansiedade e a depressão em idosos com câncer no período pré-operatório em um hospital de referência em oncologia de Belém, estado do Pará, Brasil. MATERIAIS E MÉTODOS: Trata-se de um estudo transversal, com 82 idosos com câncer que estavam internados em pré-operatório no Hospital Ophir Loyola, no período de abril a setembro de 2019. Os instrumentos utilizados na coleta de dados foram: questionário de qualidade de vida SF-36, Inventário Beck de Ansiedade e Inventário Beck de Depressão. RESULTADOS: Nos resultados para a avaliação da QV, considerando-se os scores correspondentes aos oito domínios do questionário SF-36, os aspectos sociais obtiveram a maior média. A totalidade dos participantes apresentou ansiedade moderada (79,3%) ou severa (20,7%). No entanto, a maioria (82,9%) não apresentou qualquer grau de depressão. CONCLUSÃO: Concluiu-se que os scores de QV, ansiedade e depressão mostraram que é imprescindível uma atenção especial às subjetividades de idosos, considerando suas fragilidades de saúde.<hr/>ABSTRACT OBJECTIVE: To evaluate quality of life (QOL), anxiety, and depression in elderly people with cancer in the preoperative period at a referral hospital in oncology in Belém, Pará State, Brazil. MATERIALS AND METHODS: This is a cross-sectional study with 82 elderly patients with cancer who were hospitalized in the preoperative period at the Hospital Ophir Loyola, from April to September 2019. The instruments used in the data collection were: SF-36 Health Survey questionnaire, Beck Anxiety Inventory, and Beck Depression Inventory. RESULTS: In the assessment of QOL, considering the scores corresponding to the eight domains of the SF-36 questionnaire, the social aspects obtained the highest average. All participants had moderate (79.3%) or severe anxiety (20.7%). However, the majority (82.9%) did not present any degree of depression. CONCLUSION: Data of QOL, anxiety, and depression showed that it is essential to pay special attention to the subjectivities of the elderly, considering their health weaknesses. <![CDATA[Doença de Chagas aguda no estado do Pará, Brasil: série histórica de aspectos clínicos e epidemiológico em três municípios, no período de 2007 a 2015]]> http://scielo.iec.gov.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-62232020000100015&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO OBJETIVO: Analisar o perfil clínico e epidemiológico da doença de Chagas aguda nos municípios de Belém, Abaetetuba e Breves, estado do Pará, Brasil, de 2007 a 2015. MATERIAIS E MÉTODOS: Foram analisados 696 casos, a partir de dados coletados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação, e aplicados testes estatísticos, por meio do software BioEstat. RESULTADOS: Dos 696 investigados, 35,63% eram provenientes de Abaetetuba, 40,66% de Belém e 23,71% de Breves. A faixa etária de 30 a 59 anos foi a mais prevalente, sendo 35,89% em Abaetetuba e 53,71% em Belém; diferentemente, em Breves, 32,73% tinham entre 0 e 14 anos de idade. Os homens acometidos representaram 51,61% em Abaetetuba, 49,47% em Belém e 56,36% em Breves. A área urbana registrou 56,45% dos casos em Abaetetuba e 96,11% em Belém; e, na zona rural de Breves, residiam 66,06% dos casos. A taxa de letalidade foi de 1,49%. A via de transmissão mais frequente foi a oral (82,33%). A febre e a astenia estiveram presentes em acima de 75% dos registros. A curva epidêmica da sazonalidade da doença foi marcante entre os meses de julho e novembro, e a incidência foi mais expressiva em Breves, sendo observadas duas ondas epidêmicas: uma em 2009 (27,98/100.000 habitantes) e outra em 2015 (63,38/100.000 habitantes). CONCLUSÃO: A relevância epidemiológica da doença de Chagas aguda e sua importância para a saúde pública são justificadas pelo potencial epidêmico do parasita, o que exige a organização de serviços de saúde, atividades de prevenção e controle da doença.<hr/>ABSTRACT OBJECTIVE: To analyze the clinical and epidemiological profile of acute Chagas disease in the municipalities of Belém, Abaetetuba, and Breves, Pará State, Brazil, from 2007 to 2015. MATERIALS AND METHODS: A total of 696 cases were analyzed, using data from the Information on Notifiable Diseases, and statistical tests were applied using the BioEstat software. RESULTS: Of the 696 investigated, 35.63% were from Abaetetuba, 40.66% from Belém and 23.71% from Breves. The most prevalent age group was 30-59 years, being 35.89% in Abaetetuba and 53.71% in Belém; in contrast, in Breves, 32.73% were between 0 and 14 years old. Affected men represented 51.61% in Abaetetuba, 49.47% in Belém, and 56.36% in Breves. The urban area registered 56.45% of the cases in Abaetetuba and 96.11% in Belém; and in the rural area of Breves 66.06% of cases. The mortality rate was 1.49%. The oral transmission (82.33%) was predominant. Fever and asthenia were present in over 75% of records. The epidemic curve of seasonality was higher between July and November, and the incidence was more expressive in Breves, with two epidemic waves: one in 2009 (27.98/100,000 inhabitants) and another in 2015 (63.38/100,000 inhabitants). CONCLUSION: The epidemiological relevance of acute Chagas disease and its importance for public health are justified by the epidemic potential of the parasite, which requires the organization of health services, activities for the prevention and control of the disease. <![CDATA[Efetividade do tratamento com drogas antivirais de ação direta em pacientes com hepatite C atendidos em um centro de referência no estado do Pará, Brasil, de 2017 a 2019]]> http://scielo.iec.gov.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-62232020000100016&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO OBJETIVO: Avaliar a efetividade e a tolerabilidade do tratamento da hepatite C com antivirais de ação direta em pacientes portadores de hepatite C crônica, atendidos no Ambulatório de Hepatologia da Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará, em Belém, estado do Pará, Brasil. MATERIAIS E MÉTODOS: Estudo transversal, realizado com 305 pacientes em tratamento com sofosbuvir (SOF), daclatasvir (DAC) ou simeprevir (SMV) de maio de 2017 a março de 2019. Foram analisados os prontuários de 250 pacientes que concluíram o tratamento nesse período, dos quais foram avaliados dados demográficos e clínicos. RESULTADOS: Observou-se predomínio do gênero masculino (50,40%), idade média de 61,21 anos e procedência de Belém (69,20). A maioria (54,00%) era portador de cirrose, e 40,80% relatou tratamento anterior. O genótipo 1 foi encontrado em 73,60%, e o genótipo 3, em 23,20% dos casos. O esquema de tratamento mais utilizado foi SOF, DAC e ribavirina (RBV) por 12 semanas. A taxa de resposta virológica sustentada (RVS) geral encontrada foi de 97,2%. Os não respondedores eram quatro do genótipo 3 e três do genótipo 1, sendo utilizados três esquemas com SOF+DAC+RBV por 12 semanas; dois esquemas com SOF+DAC por 12 semanas; um esquema com SOF+DAC por 24 semanas; e um esquema com SOF+SMV por 12 semanas. CONCLUSÃO: Os resultados deste estudo mostraram uma população predominantemente urbana, masculina, a maioria de cirróticos, com predomínio do genótipo 1. Ressalta-se a boa tolerância e a elevada efetividade dos novos antivirais de ação direta, com uma taxa global de RVS de 97,2%.<hr/>ABSTRACT OBJECTIVE: To evaluate the effectiveness and tolerability of treating hepatitis C with direct-acting antivirals in patients with chronic hepatitis C treated at the Hepatology Outpatient Clinic of Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará, in Belém, Pará State, Brazil. MATERIALS AND METHODS: Cross-sectional study with 305 patients treated with sofosbuvir (SOF), daclatasvir (DCV) or simeprevir (SMV) from May 2017 to March 2019. The medical records of 250 patients who completed treatment during this period were analyzed, of which demographic and clinical data were evaluated. RESULTS: There was a predominance of males (50.40%), mean age of 61.21 years old and from Belém (69.20). Most of them (54.00%) had cirrhosis, and 40.80% reported previous treatment. Genotype 1 was found in 73.60%, and genotype 3 in 23.20% of cases. The standard treatment regimen was SOF, DCV and ribavirin (RBV) for 12 weeks. The rate of sustained virologic response (SVR) was 97.2%. n Four non-responders from genotype 3 and three from genotype 1, using three schemes with SOF+DCV+RBV for 12 weeks; two regimens with SOF+DCV for 12 weeks; a SOF+DCV regimen for 24 weeks; and a regimen with SOF+SMV for 12 weeks. CONCLUSION: The results of this study showed a predominantly urban population, most of them were men and cirrhotic, with a predominance of genotype 1. It is important to notice the good tolerance and high effectiveness of the new direct-acting antivirals with an overall SVR rate of 97.2%. <![CDATA[Distribuição espacial da hanseníase em menores de 15 anos de idade, no município de Belém, estado do Pará, Brasil]]> http://scielo.iec.gov.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-62232020000100017&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO OBJETIVOS: Identificar a distribuição espacial dos casos de hanseníase em menores de 15 anos de idade, no município de Belém, estado do Pará, Brasil, entre 2005 e 2014, e correlacionar a indicadores socioeconômicos. MATERIAIS E MÉTODOS: Estudo ecológico de 356 casos novos registrados em Belém, cujos dados foram coletados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação. Foram avaliadas as seguintes variáveis clínico-epidemiológicas: sexo, faixa etária, classificação operacional, forma clínica, grau de incapacidade física no diagnóstico, modo de detecção e coeficiente de detecção em menores de 15 anos de idade. Realizou-se o georreferenciamento, a partir do endereço registrado na ficha de notificação, para a produção de mapas com divisão por bairros, e correlacionou-se a taxa de incidência com os dados socioeconômicos de cada bairro, a partir da regressão linear. RESULTADOS: O município de Belém foi classificado como hiperendêmico para hanseníase em menores de 15 anos de idade, sendo destacados cinco bairros que concentravam aproximadamente 35% dos casos. Dos 71 bairros, 22 foram considerados hiperendêmicos pela taxa de detecção, e o georreferenciamento identificou duas áreas de clusters. A correlação com dados socioeconômicos demonstrou significância para falta de renda, ausência de coleta de lixo e ausência de coleta de esgoto. CONCLUSÃO: A distribuição da hanseníase não é homogênea no município, havendo necessidade de direcionamento dos recursos para as áreas de maior vulnerabilidade.<hr/>ABSTRACT OBJECTIVES: To identify the spatial distribution of leprosy cases in children under 15 years old, in Belém, Pará State, Brazil, from 2005 to 2014, correlating with socioeconomic indicators. MATERIALS AND METHODS: An ecological study was conducted with 356 new cases registered in Belém, whose data were collected in the Information System for Notifiable Diseases. The following clinical and epidemiological variables were evaluated: sex, age group, operational classification, clinical form, degree of physical disability in the diagnosis, detection mode, and detection coefficient in children under 15 years old. Georeferencing was carried out from the address registered in the notification form, for the production of maps with neighborhood divisions, and the incidence rate was correlated with the socioeconomic data of each neighborhood, using linear regression. RESULTS: Belém was classified as hyperendemic for leprosy in children under 15 years old, and five districts with approximately 35% of cases. Of the 71 neighborhoods, 22 were considered hyperendemic due to the detection rate, and georeferencing identified two areas of clusters. The correlation of socioeconomic data showed significance for lack of income, absence of garbage collection, and absence of sewage collection. CONCLUSION: The leprosy distribution is not homogeneous in Belém, with the necessity to direct resources to the most vulnerable areas. <![CDATA[Bioensaio com <em>Allium cepa</em> revela genotoxicidade de herbicida com flumioxazina]]> http://scielo.iec.gov.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-62232020000100018&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO OBJETIVO: Analisar o potencial genotóxico de um herbicida com flumioxazina pelo bioensaio Allium cepa. MATERIAIS E MÉTODOS: O herbicida foi testado em duas concentrações: 0,5 g/L (concentração indicada para o uso) e 1,0 g/L (dobro da concentração recomendada). Foram utilizados água destilada como controle negativo e, como controle positivo de citotoxicidade, benzoato de sódio 1%. RESULTADOS: Os resultados obtidos evidenciaram efeitos de toxicidade em ambas as concentrações do herbicida. Efeitos de citotoxicidade foram observados no herbicida com flumioxazina na concentração de 0,5 g/L, que apresentou padrão microscópico igual ao do controle positivo. Os efeitos de genotoxicidade foram observados em ambas as concentrações (0,5 g/L e 1,0 g/L) que resultaram em aberrações cromossômicas nas células, mostrando que o herbicida interfere diretamente no ciclo celular das células vegetais da cebola. CONCLUSÃO: O herbicida com flumioxazina apresentou toxicidade e genotoxicidade nas concentrações analisadas e efeitos de citotoxicidade somente na concentração recomendada para o uso.<hr/>ABSTRACT OBJECTIVE: To analyze the genotoxic potential of an herbicide with flumioxazin using the Allium cepa bioassay. MATERIALS AND METHODS: The herbicide was tested in two concentrations: 0.5 g/L (as indicated for use) and 1.0 g/L (twice the recommended concentration). Distilled water was used as a negative control and 1% sodium benzoate as a positive cytotoxicity control. RESULTS: Toxicity effects were evidenced in both herbicide concentrations. Cytotoxicity effects were observed in the herbicide with flumioxazin at a concentration of 0.5 g/L, which showed a microscopic pattern equal to that of the positive control. The effects of genotoxicity were observed at both concentrations (0.5 g/L and 1.0 g/L) which resulted in chromosomal aberrations in cells, showing that the herbicide directly interferes with the cell cycle of vegetal onion cells. CONCLUSION: The herbicide with flumioxazin showed toxicity and genotoxicity in the analyzed concentrations and effects of cytotoxicity only in the concentration recommended for use. <![CDATA[Estudo soroepidemiológico do sarampo em populações residentes na Região Metropolitana de Belém, estado do Pará, Brasil, 2016 a 2018]]> http://scielo.iec.gov.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-62232020000100019&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO OBJETIVO: Investigar a soroprevalência de anticorpos contra o sarampo em adultos jovens, residentes em Belém e Ananindeua, estado do Pará, Brasil, visando identificar indivíduos suscetíveis. MATERIAIS E MÉTODOS: Estudo transversal, por conglomerado, de 2.220 indivíduos, sendo 1.109 de Belém e 1.111 de Ananindeua, da faixa etária de 15-39 anos, procedentes de escolas, faculdades, universidades, instituto de pesquisa e quartéis. Dados dos participantes foram coletados mediante questionário epidemiológico e digitados utilizando o software Epi-Info™ v7.0. O teste binomial foi utilizado para a análise de duas proporções por meio do programa BioEstat v5.3, nível de significância p &lt; 0,05. RESULTADOS: A suscetibilidade geral para o sarampo foi de 17,2%, sendo 16,4% em Belém e 18,0% em Ananindeua, maior no sexo masculino, com ampla distribuição geográfica. Foi significativa a diferença na soropositividade em relação aos tipos de vacina recebida, tendo a vacina tríplice viral (SCR) os maiores percentuais, assim como a comparação das informações entre autorreferidos e comprovados por vacinação. Quanto ao número de doses, não houve significância na soropositividade entre os que referiram uma dose em relação a três doses da vacina contra o sarampo. Foi detectado um declínio dos níveis de anticorpos ao longo do tempo (20 anos) após a última vacinação. CONCLUSÃO: Existem grupos de suscetíveis formando bolsões de vulneráveis em ambos os munícipios, assinalando a necessidade do fortalecimento da vigilância epidemiológica e de estratégias de vacinação, diante da reintrodução do vírus, para o controle da doença no Brasil.<hr/>ABSTRACT OBJECTIVE: To investigate the seroprevalence of antibodies against measles in young adults living in Belém and Ananindeua, Pará State, Brazil, in order to identify susceptible individuals. MATERIALS AND METHODS: Cross-sectional study by conglomerate, from 2,220 individuals (1,109 from Belém and 1,111 from Ananindeua), aged between 15 to 39 years old, being volunteers from schools, colleges, universities, research institutes, and barracks. Data were collected through an epidemiological questionnaire and entered using Epi-Info™ v7.0. The binomial test was used to analyze two proportions using BioEstat v5.3, significance level p &lt; 0.05. RESULTS: The general susceptibility to measles was 17.2%, with 16.4% in Belém and 18.0% in Ananindeua, which was higher in males, with a wide geographical distribution. There was a significant difference in seropositivity in relation to the types of vaccine administered, with the triple viral vaccine (measles, mumps, rubella) reaching the highest percentages, as well as the comparison of information between self-reported and proven ones. Number of doses did not show significance in soropositivity when comparing individuals who referred one dose and the ones reporting three doses of measles vaccine. A decline in antibody levels over time (20 years) after the last vaccination was detected. CONCLUSION: There are groups of susceptible people forming pockets of vulnerable people in both municipalities, highlighting the need to strengthen epidemiological surveillance and vaccination strategies, in view of the reintroduction of the virus, in order to control the disease in Brazil. <![CDATA[Características clínicas e comorbidades associadas à mortalidade por insuficiência cardíaca em um hospital de alta complexidade na Região Amazônica do Brasil]]> http://scielo.iec.gov.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-62232020000100020&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO OBJETIVOS: Identificar as características clínicas e socioepidemiológicas de pacientes com insuficiência cardíaca (IC) no atendimento de emergência em um hospital de alta complexidade na Região Amazônica do Brasil, assim como, as comorbidades associadas à mortalidade dos pacientes com IC descompensada. MATERIAIS E MÉTODOS: Estudo longitudinal e prospectivo, realizado em um hospital público de referência para emergência cardiológica na Região Norte do Brasil. Fizeram parte da pesquisa 125 pacientes com IC descompensada. RESULTADOS: Evidenciou-se que a principal etiologia da IC foi hipertensão arterial sistêmica (39,2%), seguida de cardiomiopatia dilatada idiopática (25,6%), sendo que a etiologia menos comum foi miocardite (0,8%). A causa mais comum de descompensação foi a má adesão à terapia medicamentosa dos pacientes (41,6%), seguida de infecções (21,6%). Os principais sintomas apresentados pelos pacientes foram dispneia (96,0%) e edema de tornozelos bilateral (72,0%). Quanto à mortalidade, não houve relação estatisticamente significativa entre o perfil hemodinâmico à admissão com a mortalidade dos pacientes com IC descompensada (p = 0,4559). CONCLUSÃO: Com relação às características clínicas, o principal perfil hemodinâmico encontrado foi o frio e congesto, considerado o de pior prognóstico. A má adesão à terapia medicamentosa e infecções foram as principais causas de descompensação, apesar de não ter sido encontrada correlação estatisticamente significante das mesmas com a mortalidade. Assim, deve-se orientar o paciente quanto à adesão correta ao acompanhamento do tratamento medicamentoso e aos sintomas da IC congestiva, para que procure ajuda em tempo hábil e, com isso, melhore sua qualidade de vida.<hr/>ABSTRACT OBJECTIVES: To identify the clinical and socio-epidemiological characteristics of patients with heart failure (HF) in emergency care at a highly complex hospital in the Amazon Region of Brazil, as well as the comorbidities associated with the mortality of patients with decompensated HF. MATERIALS AND METHODS: Longitudinal and prospective study, carried out in a public hospital of reference for cardiological emergency in the Northern Region of Brazil. This study included 125 patients with decompensated HF. RESULTS: The main etiology of HF was systemic arterial hypertension (39.2%), followed by idiopathic dilated cardiomyopathy (25.6%), with the least common etiology being myocarditis (0.8%). The most common cause of decompensation was patients' poor adherence to drug therapy (41.6%), followed by infections (21.6%). The main symptoms presented by the patients were dyspnea (96.0%) and bilateral ankle edema (72.0%). As for mortality, there was no statistical significance between the hemodynamic profile at admission and the mortality of patients with decompensated HF (p = 0.4555). CONCLUSION: Regarding clinical characteristics, the main hemodynamic profile found was cold and congestion, considered the worst prognosis. Poor adherence to drug therapy and infections were the main causes of decompensation, although no statistically significant correlation was found with mortality. Thus, patients should be instructed on the correct adherence to drug treatment and how to identify congestive HF symptoms, so that they can seek help in time and thereby improve their quality of life. <![CDATA[Retrocesso do Programa de Controle da Esquistossomose no estado de maior prevalência da doença no Brasil]]> http://scielo.iec.gov.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-62232020000100021&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO OBJETIVO: Descrever o quadro epidemiológico da esquistossomose no contexto do Programa de Controle da Esquistossomose (PCE) no estado de Sergipe, Brasil. MATERIAIS E MÉTODOS: Foi desenvolvido um estudo ecológico de séries temporais, baseado em dados secundários do Sistema de Informação do Programa de Controle da Esquistossomose da Secretária Estadual de Saúde de Sergipe, de 2008 a 2017. As informações extraídas foram analisadas com os programas TabWin, Joinpoint Regression e BioEstat. RESULTADOS: Em média, 36,7 ± 5,6 municípios participaram do PCE no período, com o total de 677.841 exames realizados, dos quais 59.996 foram positivos (média anual de 8,6% ± 1,2%); 4.566 dos casos positivos apresentaram alta carga parasitária (média de 7,9% ± 2,1%). De todos os casos positivos, 42.779 foram tratados (média de 68,7% ± 9,5%). O percentual de casos com alta carga parasitária apresentou tendência crescente estatisticamente significante (5,7% ao ano). Apresentaram tendência decrescente estatisticamente significante a adesão de municípios ao PCE (4,0% por ano) e o número de exames realizados (9,6% por ano). Em relação à distribuição espacial da esquistossomose, em 2011, ano de maior adesão de municípios ao PCE, cinco, 30 e 10 municípios foram, respectivamente, considerados de alta, média e baixa endemicidade. Em 2017, Siriri foi considerado como de alta endemicidade, 20 municípios foram de média endemicidade e cinco de baixa endemicidade. CONCLUSÃO: As ações do PCE diminuíram em Sergipe, o que somado à aparente subnotificação e ao aumento de casos com alta carga parasitária, compromete os ganhos obtidos no controle da doença.<hr/>ABSTRACT OBJECTIVE: To describe the epidemiological picture of schistosomiasis in the context of the Schistosomiasis Control Program (SCP) in Sergipe State, Brazil. MATERIALS AND METHODS: An ecological time series study was conducted based on secondary data from the Information System of the Schistosomiasis Control Program of the State Secretary of Health of Sergipe, 2008-2017. Data were analyzed using TabWin, Joinpoint Regression, and BioEstat. RESULTS: On average, 36.7 ± 5.6 municipalities participated in the SCP, with 677,841 exams performed, of which 59,996 were positive (annual average of 8.6% ± 1.2%); 4,566 of the positive cases had a high parasitic burden (7.9% ± 2.1%). Of all positive cases, 42,779 were treated (68.7% ± 9.5%). The percentage of cases with a high parasitic load showed a statistically significant increasing trend (5.7% per year). There was a statistically significant downward trend in the number of municipalities joining the SCP (4.0% per year) and the number of tests performed (9.6% per year). Regarding the spatial distribution of schistosomiasis, in 2011, the year with the highest number of municipalities adhering to the SCP, five, 30, and 10 municipalities were considered, respectively, of high, medium, and low endemicity. In 2017, Siriri was considered to be highly endemic, 20 municipalities were of medium endemicity, and five of low endemicity. CONCLUSION: The actions of the SCP decreased in Sergipe, in addition to the apparent underreporting of cases and the increase in cases with a high parasitic burden, compromising the gains obtained in the control of the disease. <![CDATA[Perfil epidemiológico dos casos de leishmaniose tegumentar americana no estado do Pará, Brasil, entre 2008 e 2017]]> http://scielo.iec.gov.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-62232020000100022&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO OBJETIVO: Descrever o perfil epidemiológico dos casos de leishmaniose tegumentar americana (LTA) no estado do Pará, Brasil, de 2008 a 2017. MATERIAIS E MÉTODOS: Estudo quantitativo e retrospectivo, realizado a partir de dados coletados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação sobre os casos notificados de LTA. Os dados foram agrupados segundo as variáveis idade, sexo, raça/cor e município de residência e analisados por meio do qui-quadrado, utilizando o programa BioEstat v5.3, observando o p-valor &lt; 0,05. Para a confecção do mapa, utilizou-se o TabWin v.4.15. RESULTADOS: Foram notificados 34.609 casos confirmados. A incidência foi de 43,89 casos/100.000 habitantes. Houve predominância do sexo masculino (79,88%), idade entre 20 a 39 anos (48,82%) e pardos (71,77%). Registrou-se ocorrência significativa em mulheres, crianças menores de 10 anos de idade e idosos. A forma cutânea foi predominante em 97,39% dos casos, e 72,19% evoluíram para cura. CONCLUSÃO: A LTA ainda é um grave problema de saúde pública no Pará, apresentando alta incidência na população. A distribuição espacial dos casos não é homogênea no território paraense, possuindo maior concentração em áreas distantes da capital do estado. Sugere-se a existência de transmissão peri e intradomiciliar relacionada ao acometimento de crianças menores de 10 anos de idade e idosos.<hr/>ABSTRACT OBJECTIVE: To describe the epidemiological profile of American cutaneous leishmaniasis (ACL) cases in Pará State, Brazil, from 2008 to 2017. MATERIALS AND METHODS: A quantitative and retrospective study was carried out with data from the Information System on Diseases of Compulsory Declaration (SINAN) on notified cases of ATL. The data were grouped according to age, sex, race/color, and municipality of residence. Statistical analyzes were performed using BioEstat v5.3 software, applying the chi-square and p-value &lt; 0.05. To make the map, TabWin v.4.15 was used. RESULTS: A total of 34,609 confirmed cases were reported. The incidence was 43.89 cases/100,000 inhabitants. There was a predominance of males (79.88%), aged between 20 to 39 years (48.82%), and brown-skinned people (71.77%). There was a significant occurrence in women, children under 10 years old, and elderly people. The cutaneous form was predominant in 97.39% of the cases, and 72.19% evolved to cure. CONCLUSION: ACL is still a serious public health problem in Pará, with a high incidence in the population. The spatial distribution of cases is not homogeneous in the State, having a greater concentration in areas distant from the capital, Belém. It is suggested the existence of peri and intra-household transmission related to the incidence of the disease in children under 10 years old and in elderly people. <![CDATA[Tendência da mortalidade por leucemia na Colômbia e sua capital, Bogotá: um estudo ecológico de 1985 a 2012]]> http://scielo.iec.gov.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-62232020000100023&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT OBJECTIVE: To analyze the leukemia mortality trend in children and adults living in Colombia and Bogotá, from 1985 to 2012. METHODS: This observational ecological study analyzed the mortality trend due to lymphoid, myeloid, and all types of leukemia, categorized by age, sex, and residence. Information on deaths and population data was obtained from the National Department of Statistics website. Mortality rates were used to estimate the Average Annual Percent Change (AAPC). RESULTS: Between 0-14 years old group, the mortality rates for leukemia fell during the studied period in Colombia (AAPC = -0.9; 95% CI -1.2, -0.6) and in Bogotá (AAPC = -2.0; 95% CI -2.6, -1.4). However, a statistically significant increase in leukemia mortality rates was observed between 60-69 years old in Colombia (AAPC = 1.1; 95% CI 0.3, 2.0) and ≥ 70 years old in Colombia (AAPC = 2.0; 95% CI 1.7, 2.4) and in Bogotá (AAPC = 0.9; 95% CI 0.0, 1.7). The ≥ 70 years old group presented the highest leukemia mortality rates in both places. CONCLUSION: There is a declining trend in mortality for all types of leukemia between the ages 0-14 years in Colombia, most pronounced in the capital. However, there is an increasing trend in the elderly.<hr/>RESUMO OBJETIVO: Analisar a tendência da mortalidade por leucemia em crianças e adultos residentes na Colômbia e em Bogotá, entre 1985 e 2012. MÉTODOS: Trata-se de um estudo observacional do tipo ecológico, analisando a tendência da mortalidade por leucemia linfoide, mieloide e todos os tipos de leucemias, por idade, sexo e residência. Informações sobre mortes e dados populacionais foram obtidas no site do Departamento Administrativo Nacional de Estadística. As taxas de mortalidade foram usadas para estimar a mudança percentual anual média (Average Annual Percent Change - AAPC). RESULTADOS: Entre 0-14 anos de idade, as taxas de mortalidade por leucemia caíram no período estudado na Colômbia (AAPC = -0,9; IC 95% -1,2, -0,6) e em Bogotá (AAPC = -2,0; IC 95% -2,6, -1,4). No entanto, foi observado um aumento estatisticamente significativo nas taxas de mortalidade por leucemia entre 60-69 anos de idade na Colômbia (AAPC = 1,1; IC 95% 0,3, 2,0) e entre ≥ 70 anos de idade na Colômbia (AAPC = 2,0; IC 95% 1,7, 2.4) e em Bogotá (AAPC = 0,9; IC 95% 0,0, 1,7). A faixa etária de ≥ 70 anos apresentou as maiores taxas de mortalidade por leucemia nos dois locais. CONCLUSÃO: Há uma tendência decrescente na mortalidade para todos os tipos de leucemia entre 0-14 anos de idade na Colômbia, mais pronunciada na capital. No entanto, há uma tendência crescente em idosos. <![CDATA[Envenenamento por <em>Crotalus durissus marajoensis</em> em Muaná, Ilha de Marajó, estado do Pará, Brasil]]> http://scielo.iec.gov.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-62232020000100050&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO OBJETIVO: Relatar um caso de envenenamento por Crotalus durissus marajoensis Hoge, 1966 em Muaná, arquipélago do Marajó, no estado do Pará, Brasil. RELATO DO CASO: Pescador, 48 anos de idade, picado por cascavel no tornozelo direito quando caminhava em área de campo. Após o envenenamento, relatou parestesia sem dor local. Em seguida, apresentou sensação de peso na cabeça, dificuldade de abrir as pálpebras, disartria, visão turva e diplopia. Deu entrada no Hospital Municipal de Muaná, 9 h após a picada, com os sinais e sintomas referidos, acrescidos de náuseas, tontura, dificuldade de deambular e mialgia. Devido à ausência do antiveneno específico no hospital do município, o paciente foi encaminhado para o Pronto Socorro Municipal em Belém do Pará, onde chegou após 18 h do acidente, apresentando fácies neurotóxica, midríase, colúria e oligúria. O caso foi classificado como envenenamento grave e aplicado o antiveneno específico. Após quatro dias, o paciente foi transferido para o Hospital Universitário João de Barros Barreto, com evidência de neurotoxicidade, onde foram realizadas medidas de suporte clínico e exames laboratoriais. Foram observadas alterações no hemograma, no coagulograma, nos níveis de ureia, creatinina, transaminases e creatinofosfoquinase, evidenciando rabdomiólise. Apesar do tratamento soroterápico e de suporte clínico terem sido realizados tardiamente, houve evolução para a cura clínica. CONCLUSÃO: Ressalta-se a importância da soroterapia precoce e a raridade do envenenamento por essa subespécie, cujas características clínicas são as mesmas dos demais acidentes crotálicos relatados no Brasil.<hr/>ABSTRACT OBJECTIVE: Report a case of envenomation by Crotalus durissus marajoensis Hoge, 1966 in Muaná, Marajó archipelago, Pará State, Brazil. CASE REPORT: Fisherman, 48 years old, bitten by a rattlesnake on his right ankle when walking in the field. After the envenomation, he reported paresthesia without local pain. Then, he experienced heaviness in the head, difficulty in opening his eyes, dysarthria, blurred vision, and diplopia. He was admitted to the Municipal Hospital of Muaná, 9 h after the snake bite, with the mentioned signs and symptoms, plus nausea, dizziness, difficulty in walking, and myalgia. Due to the absence of specific antivenom at the city hospital, the patient was referred to the Municipal Emergency Room in Belém, Pará State, where he arrived after 18 h of the accident, presenting neurotoxic facies, mydriasis, choluria, and oliguria. The case was classified as severe envenomation, and the patient received specific antivenom vaccine. After four days, the patient with evidence of neurotoxicity was transferred to the João de Barros Barreto University Hospital, where clinical support and lab tests were conducted. Changes in complete blood count, coagulation test, levels of urea, creatinine, transaminases, and creatinophosphokinase were observed, showing rhabdomyolysis. Although serotherapeutic treatment and clinical support were done after a long period of time, there was an evolution towards clinical cure. CONCLUSION: The importance of early serotherapy and the rarity of such envenomation by this subspecies whose clinical features are the same as those of other crotalic accidents reported in Brazil.