SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 número3Metodologia de correção e ajuste da mortalidade com tábuas-modelo de vida atualizadas para o BrasilInstruções para bioensaios para avaliação de aplicações espaciais de inseticidas índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

  • Não possue artigos citadosCitado por SciELO

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Epidemiologia e Serviços de Saúde

versão impressa ISSN 1679-4974versão On-line ISSN 2337-9622

Resumo

FERREIRA, Silvana Margarida Benevides; SILVA, Ageo Mário Cândido da  e  BOTELHO, Clóvis. Tratamento da tuberculose pulmonar em Cuiabá, Mato Grosso, Brasil (1998-2000): distribuição espacial. Epidemiol. Serv. Saúde [online]. 2004, vol.13, n.3, pp.175-184. ISSN 1679-4974.  http://dx.doi.org/10.5123/S1679-49742004000300004.

O objetivo deste estudo é avaliar a distribuição espacial dos indivíduos que abandonaram o tratamento da tuberculose pulmonar. Foi realizado estudo de coorte histórica a partir da análise de 481 pacientes bacilíferos inscritos no Programa de Controle de Tuberculose (PCT), no Município de Cuiabá, Estado de Mato Grosso, Brasil, no período de 1998 a 2000, com dados obtidos do livro de registro do programa e dos prontuários médicos. Foi calculada a densidade de incidência e outras análises estatísticas foram utilizadas (Mantel-Haenszel) com p-valor<0,05. Os resultados mostram que a incidência foi de 5,1 abandonos por 100 pessoas-mês (27,3%), com maior freqüência entre o segundo e o terceiro mês de tratamento. Foram observadas crescentes incidências de abandono por 100 pessoas-mês, a partir do grupo de referência do Distrito Sanitário Oeste (DS Oeste = 4,0; Leste = 4,1; Norte = 7,2; Sul = 7,5), com maior abandono entre os DS Norte e Sul (p<0,001). Conclui-se que é elevada a incidência de abandono do tratamento da tuberculose em Cuiabá, especialmente nos distritos sanitários Norte e Sul, responsáveis pelas maiores incidências de abandono, também caracterizados por precária situação socioeconômica e baixa cobertura por unidades de tratamento.

Palavras-chave : tuberculose; abandono; distribuição espacial.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )