SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 número4Avaliação da operacionalidade da armadilha MosquiTRAP no monitoramento de Aedes aegyptiEfeitos da descentralização das ações de vigilância epidemiológica para as equipes de Saúde da Família índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

  • Não possue artigos citadosCitado por SciELO

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Epidemiologia e Serviços de Saúde

versão impressa ISSN 1679-4974versão On-line ISSN 2337-9622

Resumo

SARACENI, Valeria et al. Desfecho dos casos de Influenza Pandêmica (H1N1) 2009 em mulheres em idade fértil durante a pandemia, no Município do Rio de Janeiro. Epidemiol. Serv. Saúde [online]. 2010, vol.19, n.4, pp.339-346. ISSN 1679-4974.  http://dx.doi.org/10.5123/S1679-49742010000400004.

OBJETIVO: avaliar a letalidade entre mulheres em idade fértil durante a pandemia de Influenza Pandêmica (H1N1) 2009, tendo a presença de gravidez como exposição, no município do Rio de Janeiro. METODOLOGIA: foram selecionados, a partir do Sistema Nacional de Agravos de Notificação (Sinan), do Ministério da Saúde, os casos confirmados de influenza pandêmica para comparação entre gestantes e não-gestantes, sendo incluídas 633 mulheres residentes no MRJ, estando 233 gestantes (37%). RESULTADOS: sete gestantes e 22 não gestantes faleceram no episódio de gripe, não se evidenciando um risco maior de óbito entre as gestantes (Risco relativo=0,53 [IC95%: 0,22-1,27]). CONCLUSÃO: apesar de não ter sido evidenciada associação entre gestação e óbito, a infecção pelo vírus (H1N1) em gestantes deve ser acompanhada cuidadosamente, principalmente na presença de fatores de risco.

Palavras-chave : influenza; influenza pandêmica; influenza H1N1; gestação; fator de risco.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )