SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 número4Desfecho dos casos de Influenza Pandêmica (H1N1) 2009 em mulheres em idade fértil durante a pandemia, no Município do Rio de JaneiroAnálise descritiva da utilização de serviços ambulatoriais no Sistema Único de Saúde segundo o porte do município, São Paulo, 2000 a 2007 índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

  • Não possue artigos citadosCitado por SciELO

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Epidemiologia e Serviços de Saúde

versão impressa ISSN 1679-4974versão On-line ISSN 2337-9622

Resumo

BARBOSA, Mirella Cristina L. et al. Efeitos da descentralização das ações de vigilância epidemiológica para as equipes de Saúde da Família. Epidemiol. Serv. Saúde [online]. 2010, vol.19, n.4, pp.347-354. ISSN 1679-4974.  http://dx.doi.org/10.5123/S1679-49742010000400005.

OBJETIVO: avaliar alguns indicadores da Vigilância Epidemiológica (VE) após a descentralização das ações para as Equipes de Saúde da Família. METODOLOGIA: estudo descritivo, longitudinal, retrospectivo de alguns indicadores de cobertura, oportunidade e qualidade do sistema de VE de um município da Bahia entre 2000 e 2006, utilizando como fontes de dados Relatórios do Sinan, de Gestão e da VE. A significância da variação dos indicadores foi avaliada pelo Qui Quadrado para proporções. RESULTADOS: notificação compulsória de doenças e investigação epidemiológica (IE) passaram a ser realizadas por 100% das Unidades de Saúde da Família, representando crescimento de 41,7%, naquele período. A proporção de encerramento oportuno das IE e de investigação oportuna das doenças exantemáticas apresentou queda de 6,2 e de 14,5%, respectivamente, porém mantiveram níveis acima dos pactuados. O percentual de cura de tuberculose aumentou 24,0%. CONCLUSÃO: os resultados sugerem que a Estratégia de Saúde da Família poderá contribuir para aprimorar a VE.

Palavras-chave : vigilância epidemiológica; atenção primária à saúde; Estratégia Saúde da Família; descentralização.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )