SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 número3Anemia e nível de hemoglobina em gestantes de Cuiabá, Mato Grosso, Brasil, antes e após a fortificação compulsória de farinhas com ferro e ácido fólico, 2003-2006Caracterização dos casos suspeitos de dengue internados na capital do estado de Goiás em 2013: período de grande epidemia índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

  • Não possue artigos citadosCitado por SciELO

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Epidemiologia e Serviços de Saúde

versão impressa ISSN 1679-4974versão On-line ISSN 2337-9622

Resumo

SCHINCAGLIA, Raquel Machado; OLIVEIRA, Amanda Cristine de; SOUSA, Lucilene Maria de  e  MARTINS, Karine Anusca. Práticas alimentares e fatores associados à introdução precoce da alimentação complementar entre crianças menores de seis meses na região noroeste de Goiânia. Epidemiol. Serv. Saúde [online]. 2015, vol.24, n.3, pp.465-474. ISSN 1679-4974.

OBJETIVO: analisar as práticas alimentares e fatores associados à introdução precoce da alimentação complementar entre crianças menores de seis meses, nascidas em maternidade na região noroeste de Goiânia, Goiás, Brasil. MÉTODOS: estudo transversal, realizado de agosto de 2005 a fevereiro de 2007; investigou-se a introdução precoce da alimentação complementar e fatores sociodemográficos, gestacionais, maternos, relativos à criança e consumo alimentar; foram estimadas razões de prevalência (RP) e intervalos de confiança de 95% (IC95%), por regressão de Poisson com ajuste robusto de variância. RESULTADOS: foram avaliadas 362 crianças, das quais 95,3% receberam precocemente água (77,5%), frutas (62,7%), sucos (57,2%) e comida de sal (55,1%); após análise ajustada, encontrou-se maior prevalência do desfecho nas crianças de mães fumantes (RP=1,02; IC95% 1,01;1,04), enquanto essa prevalência foi menor em primíparas (RP=0,97; IC95% 0,95;0,99). CONCLUSÃO: a prevalência da introdução precoce da alimentação complementar foi elevada, associada a fatores ambientais e gestacionais.

Palavras-chave : Lactente; Aleitamento Materno; Alimentação Complementar; Saúde Materno-Infantil; Estudos Transversais.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )