SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 número3Avaliação das atividades de controle da leishmaniose visceral em Belo Horizonte, Minas Gerais, 2006-2011Avaliação dos indicadores epidemiológicos e operacionais para a hanseníase em municípios prioritários no estado do Paraná, 2001 a 2010 índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

  • Não possue artigos citadosCitado por SciELO

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Epidemiologia e Serviços de Saúde

versão impressa ISSN 1679-4974versão On-line ISSN 2337-9622

Resumo

SAUCHA, Camylla Veloso Valença; SILVA, José Alexandre Menezes da  e  AMORIM, Liliane Barbosa. Condições de saneamento básico em áreas hiperendêmicas para esquistossomose no estado de Pernambuco em 2012. Epidemiol. Serv. Saúde [online]. 2015, vol.24, n.3, pp.497-506. ISSN 1679-4974.

OBJETIVO: caracterizar as localidades hiperendêmicas para esquistossomose no estado de Pernambuco quanto às condições de saneamento e recomendar medidas de intervenção ambiental que favoreçam a sustentabilidade das ações de enfrentamento da doença. MÉTODOS: trata-se de um estudo descritivo utilizando os dados obtidos no 'Relatório das condições de saneamento das localidades hiperendêmicas para a esquistossomose e geo-helmintíases em Pernambuco', elaborado pela Secretaria Executiva de Vigilância em Saúde do estado de Pernambuco em 2012. RESULTADOS: das 119 localidades hiperendêmicas identificadas, em 72 (60,5%) foi observada inexistência de água encanada, em 110 (92,4%) não havia coleta de esgoto, e em 116 (97,5%), relatou-se ausência de tratamento do esgoto. CONCLUSÃO: as localidades hiperendêmicas avaliadas apresentaram condições de saneamento básico precárias, que contribuem para as altas prevalências da esquistossomose; por isso, torna-se necessária a sensibilização dos gestores municipais para ações efetivas de melhorias sanitárias que permitam garantir sustentabilidade no controle da esquistossomose.

Palavras-chave : Esquistossomose; Schistosoma mansoni; Doenças Negligenciadas; Saneamento Básico; Epidemiologia Descritiva.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )