SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.2 número2Aptidão cardiorrespiratória em idosas participantes de um centro de convivência na Cidade de Coari, Estado do Amazonas, BrasilProdução de hemócitos de caramujos da espécie Biomphalaria glabrata após a exposição a diferentes protocolos de infecção por Schistosoma mansoni índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

  • Não possue artigos citadosCitado por SciELO

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Pan-Amazônica de Saúde

versão On-line ISSN 2176-6223

Resumo

SOUSA, Maísa Silva de et al. Perfil dos exames citológicos do colo do útero realizados no Laboratório Central do Estado do Pará, Brasil. Rev Pan-Amaz Saude [online]. 2011, vol.2, n.2, pp.27-32. ISSN 2176-6223.  http://dx.doi.org/10.5123/S2176-62232011000200004.

Com o objetivo de identificar o perfil dos exames citológicos do colo do útero realizados no Estado do Pará, este estudo analisou todos os resultados de exames cujas lâminas foram encaminhadas ao Laboratório Central do Estado do Pará (Lacen-PA), originados de 16 municípios paraenses, no ano 2008. Foram utilizados os testes Binomial e Exato de Fisher para verificar a significância estatística das diferenças de proporções encontradas, ao nível de confiança de 95%. Dos 26.203 exames realizados, aproximadamente 3,7% (n = 970) foram considerados insatisfatórios e 4,05% (n = 1060) apresentaram algum tipo de alteração citológica, sendo de 0,9% (n = 236) e 0,1% (n = 25) as frequências de células atípicas sugestivas de lesões potencialmente malignas (lesões intraepiteliais de alto grau e microinvasivas) e de câncer invasor, respectivamente. Os resultados sugestivos de câncer invasor foram encontrados em 0,17% (10/5.995) das mulheres que nunca haviam realizado o exame preventivo do colo do útero (PCCU) e em 0,08% (14/17.932) das que já haviam realizado o exame anteriormente (p = 0,0301). A frequência de alterações citológicas sugestivas de câncer invasor está entre as maiores relatadas pela literatura brasileira em demanda proveniente dos serviços de atenção primária à saúde, além de apresentar-se mais elevada nas mulheres que nunca haviam realizado o PCCU. Este indicador pode estar evidenciando uma falha de cobertura na prevenção do câncer de colo do útero no Estado do Pará.

Palavras-chave : Saúde Pública; Sistema Único de Saúde; Atenção Primária à Saúde; Serviços de Saúde da Mulher; Neoplasias do Colo Uterino.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português | Espanhol     · Português ( pdf ) | Espanhol ( pdf )