SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.2 número3Dengue na Amazônia: aspectos epidemiológicos no Estado de Rondônia, Brasil, de 1999 a 2010 índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

  • Não possue artigos citadosCitado por SciELO

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Pan-Amazônica de Saúde

versão On-line ISSN 2176-6223

Resumo

MOLINA, Omar Franklin et al. Uso de antidepressivos, intensidade da dor e dor em locais múltiplos em pacientes com bruxismo. Rev Pan-Amaz Saude [online]. 2011, vol.2, n.3, pp.11-17. ISSN 2176-6223.  http://dx.doi.org/10.5123/S2176-62232011000300002.

OBJETIVOS: Comparar a duração, a severidade da dor, sua ocorrência em locais múltiplos e o uso de antidepressivos por pacientes com distúrbios craniomandibulares (DCMs) e bruxismo com indivíduos de um grupo controle. MATERIAIS E MÉTODOS: Avaliação clínica; questionários sobre dor, bruxismo e uso de antidepressivos; autorrelato de sinais e sintomas; e histórico relacionado à dor e palpação muscular em 389 indivíduos com DCMs e bruxismo e 69 controles. RESULTADOS: A idade média do grupo experimental foi de 33,3 anos. A cronicidade da queixa principal não diferiu entre os grupos com DCMs e bruxismo (teste de Kruskal-Wallis p = 0.13, considerado não significante). Dor intensa foi observada mais frequentemente no subgrupo com bruxismo severo (teste do Chi-quadrado para análise de tendências p = 0.01, considerado significante). Os indivíduos com bruxismo severo haviam usado ou estavam usando mais antidepressivos quando comparados com os outros grupos com bruxismo leve ou moderado e com o grupo controle (teste do Chi-quadrado p = 0.006, muito significante). Um número bem maior de queixas de dor foi registrado no grupo com bruxismo severo (teste de Kruskal-Wallis p = 0.0001, extremamente significante). CONCLUSÃO: Os pacientes com bruxismo severo relataram histórico de dor. O uso de antidepressivos aumentou com a severidade do bruxismo. O número de locais com dor, a severidade da dor e o uso de antidepressivos aumentou com a severidade do bruxismo.

Palavras-chave : Distúrbios Temporomandibulares; Bruxismo; Dor Facial; Agentes Antidepressivos.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )