SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.3 número3Identificação de genotipos G e P de rotavirus em leitões em fase de amamentação e desmamados na região metropolitana de Belém, Estado do Pará, Região Norte do BrasilAnálise preliminar do uso mesclado de neoglicolipídeos derivados do PGL-1 do Mycobacterium leprae: antígeno dissacarídeo (ND-O-BSA) e trissacarídeo (NT-P-BSA) como forma de aumentar a sensibilidade do teste ELISA anti-PGL-1 índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

  • Não possue artigos citadosCitado por SciELO

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Pan-Amazônica de Saúde

versão impressa ISSN 2176-6223versão On-line ISSN 2176-6223

Resumo

HOLANDA, Gustavo Moraes; OLIVEIRA, Edivaldo Herculano Correa de  e  RIBEIRO, Nelson Antonio Bailão. Dispersão geográfica da família Phyllostomidae (Chiroptera) baseado nas sequências do cifocromo b. Rev Pan-Amaz Saude [online]. 2012, vol.3, n.3, pp.21-31. ISSN 2176-6223.

A ordem Chiroptera é uma das espécies de mamíferos mais bem sucedidas com uma grande distribuição geográfica. Essa ordem foi tradicionalmente dividida em duas subordens, Microchiroptera e Megachiroptera, e a família Phyllostomidae está incluída na primeira. No entanto, estudos com análise molecular mostram uma classificação diferente em duas subordens distintas: Yangochiroptera e Yinpterochiroptera. Os estudos com várias espécies descrevem uma grande dispersão desses animais da América Central para a América do Sul e espécimes de vários lugares, a criação de novos cariótipos e sequências de nucleotídeos diferentes, especialmente no gene citocromo b amplamente conhecido. Neste estudo, analisou-se uma dispersão filogeográfica da família Pyllostomidae usando o gene mitocondrial citocromo b, um possível padrão de dispersão para essa família e novas propostas evolutivas. Todas as sequências foram obtidas a partir da base de dados on-line (GenBank), a análise e a formação de árvores filogenéticas foram realizadas pelos métodos de máxima parcimônia e de máxima verossimilhança. Foram observados alguns padrões de dispersão de espécies do gênero Carollia e Glossophaga na análise individual e outro padrão de dispersão de espécies do sul ao oeste. Porém, na análise geral, um padrão de dispersão para o norte do Continente Americano foi evidenciado para a família, depois da América do Sul à América Central, apesar de muitos acidentes geográficos causarem especiação de alguns gêneros, tais como o isolamento das montanhas dos Andes. Uma análise mais aprofundada, com um maior número de amostras de diferentes locais, deve ser feita para confirmar esta teoria.

Palavras-chave : Filogeografia; Quirópteros; Genes; Citocromos b.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )