SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.3 número4Polimorfismo do gene humano NRAMP1, níveis de anticorpos anti-PGL-1 e suscetibilidade para hanseníase em áreas endêmicas do Estado do Pará, Brasil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

  • Não possue artigos citadosCitado por SciELO

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Pan-Amazônica de Saúde

versão impressa ISSN 2176-6223versão On-line ISSN 2176-6223

Resumo

SILVESTRE, Maria do Perpétuo Socorro Amador; ARAUJO, André Brandão de  e  BARRETO, Gláucia Ferreira. Sensibilidade do teste ELISA anti-PGL-1 com dois antígenos sintéticos derivados do PGL-1 do Mycobacterium leprae. Rev Pan-Amaz Saude [online]. 2012, vol.3, n.4, pp.9-16. ISSN 2176-6223.

O diagnóstico da hanseníase é eminentemente clínico, porém a identificação do principal antígeno de parede celular do Mycobacterium leprae, o glicolipídeo fenólico 1 (PGL-1), contribuiu para estudos sobre a imunidade humoral na hanseníase. Este estudo experimental avaliou a sensibilidade do teste ELISA anti-PGL-1 utilizando-se dois glicolipídeos semisintéticos, dissacarídeo (ND-O-BSA) e trissacarídeo (NT-P-BSA) como instrumento potencial auxiliar para o diagnóstico da hanseníase. A sensibilidade/especificidade aos antígenos trissacarídeo e dissacarídeo foi, respectivamente, 97% e 98% e 83,3% e 96,1% comparando-se pacientes com hanseníase multibacilar (MB) e contatos consanguíneos (CCOS) mais contatos não consanguíneos (CNCOS). O antígeno trissacarídeo (NT-P-BSA) apresentou melhor desempenho no diagnóstico dos pacientes com hanseníase MB (p < 0,0001) comparado ao antígeno dissacáride (ND-O-BSA), o qual mostrou ser mais adequado para o diagnóstico de pacientes com hanseníase paucibacilar - PB (sensibilidade PB x CCOS = 80%). Além disso, o antígeno trissacarídeo mostrou-se mais adequado para vigilância epidemiológica de CNCOS (X2 = 12.979, p = 0,0003). Em regiões endêmicas, o uso dos dois antígenos na sorologia da hanseníase é útil na análise de aspectos soroepidemiológicos relevantes para o diagnóstico e vigilância da hanseníase.

Palavras-chave : Hanseníase; Antígenos; Ensaio de Imunoadsorção Enzimática; Diagnóstico.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )