SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.5 número1A fundação da Sociedade Médico-Cirúrgica do ParáIsolamento de Candida no esfregaço cérvico-vaginal de mulheres não gestantes residentes em área ribeirinha do Estado do Maranhão, Brasil, 2012 índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

  • Não possue artigos citadosCitado por SciELO

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Pan-Amazônica de Saúde

versão On-line ISSN 2176-6223

Resumo

AGUIAR, Jaime Paiva Lopes; YUYAMA, Lucia Kiyoko Ozaki; SOUZA, Francisca das Chagas do Amaral  e  PESSOA, Artemisia. Biodisponibilidade do ferro do jambu (Spilanthes oleracea L.): estudo em murinos. Rev Pan-Amaz Saude [online]. 2014, vol.5, n.1, pp.19-24. ISSN 2176-6223.

O presente estudo avaliou a biodisponibilidade do íon ferro do jambu (Spilanthes oleracea L.), hortaliça típica da Região Amazônica. A amostra de jambu foi adquirida em feiras livres de Manaus, Estado do Amazonas, Brasil, transportada para o Laboratório de Alimentos e Nutrição do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), para realização das seguintes operações unitárias: seleção, higienização em água corrente e imersão em solução de hipoclorito de sódio a 400 ppm por 30 min. Em seguida, enxaguada em água corrente potável e seca em estufa com circulação de ar forçado a 60o C com peso constante para a determinação de umidade, pulverização, homogeneização e retirada de alíquota para as análises da composição centesimal, fibra alimentar e teor de ferro. O restante do material foi acondicionado em sacos plásticos para elaboração da ração. O estudo envolveu os períodos de: depleção, realizado com ratas durante a lactação, seguido de mais sete dias apenas com filhotes e de repleção. Foram utilizados, ainda, 24 ratos machos da linhagem Wistar (Rattus novergicus, variedade albinus, Rodentia: Mammalia), provenientes do biotério do INPA para o ensaio biológico. No período de repleção, as rações foram formuladas de acordo com as recomendações da AIN-93, contendo 35 mg de ferro/kg-1 de ração, sendo que para o grupo experimental, a fonte de ferro foi o jambu. A ração e a água foram oferecidos diariamente (ad libitum). Os resultados deste estudo demonstraram que o jambu apresenta uma concentração de ferro superior quando comparado a outros folhosos. Porém, não foi eficaz para a recuperação dos níveis de hemoglobina dos ratos, o que parece demonstrar à baixa biodisponibilidade férrica do jambu.

Palavras-chave : Anemia Ferropriva; Spilanthes oleracea; Disponibilidade Biológica; Ferro; Ratos.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )