SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.5 número1Biodisponibilidade do ferro do jambu (Spilanthes oleracea L.): estudo em murinosIsolamento e identificação molecular dos enterovírus não pólio em casos de paralisia flácida aguda, ocorridos na Região Norte do Brasil, no período de 1996 a 2006 índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

  • Não possue artigos citadosCitado por SciELO

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Pan-Amazônica de Saúde

versão On-line ISSN 2176-6223

Resumo

SA, Márcia Caroline Nascimento et al. Isolamento de Candida no esfregaço cérvico-vaginal de mulheres não gestantes residentes em área ribeirinha do Estado do Maranhão, Brasil, 2012. Rev Pan-Amaz Saude [online]. 2014, vol.5, n.1, pp.25-34. ISSN 2176-6223.

Este estudo avaliou a prevalência da candidíase vaginal e os fatores associados à sua ocorrência em mulheres não gestantes, residentes às margens do rio Tocantins, atendidas pelo Programa de Atenção à Saúde da Mulher, no Município de Imperatriz, Estado do Maranhão, Brasil. Foram considerados dados demográficos, epidemiológicos, clínicos e citopatológicos oriundos do teste de Papanicolaou e da cultura microbiológica para fungos. Para isolamento do fungo foi utilizado cultura em ágar seletivo e diferencial para Candida, além de placas de Petri. A prevalência de fungos do gênero Candida no esfregaço cérvico-vaginal foi de 42,86%, com mais de 50% dos casos sintomáticos. Identificou-se que 28% das mulheres com candidíase vaginal encontravam-se na faixa etária de 20 a 29 anos, 37,4% tinham ensino fundamental incompleto, 66,4% eram de cor parda, a maioria (63,6%) tinha como ocupação as tarefas do lar, 58% viviam com renda mensal de um a três salários mínimos e 63,5% relataram ter parceiros fixos (considerando as casadas e com união estável). Dentre as espécies de Candida isoladas e identificadas, a C. albicans foi a mais prevalente. Conclui-se que a população estudada não possui conhecimentos suficientes sobre a candidíase vaginal sugerindo a necessidade de serem fortalecidas as práticas educativas, de orientação e conscientização dos hábitos que favoreçam o controle e prevenção dessa infecção.

Palavras-chave : Candida albicans; Candidíase; Esfregaço Vaginal; Infecções do Sistema Genital.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )