SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.5 número3Recidiva hansênica em área de alta endemicidade no Estado do Pará, BrasilEtnobotânica das principais plantas medicinais comercializadas em feiras e mercados de São Luís, Estado do Maranhão, Brasil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

  • Não possue artigos citadosCitado por SciELO

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Pan-Amazônica de Saúde

versão impressa ISSN 2176-6223versão On-line ISSN 2176-6223

Resumo

SILVA, Rodrigo Amaro da Fonseca e; VEIGA, Ruan Carlo Stülpen; LOBAO, Adriana Quintella  e  KELECOM, Alphonse. Metodologia de avaliação socioambiental participativa, integrando o saber acadêmico e o popular para um planejamento sustentável para o lago Iripixi, Oriximiná, Estado do Pará, Brasil. Rev Pan-Amaz Saude [online]. 2014, vol.5, n.3, pp.25-38. ISSN 2176-6223.

A Amazônia sofre um complexo processo de degradação socioambiental. Para reverter este quadro é necessário um planejamento de ações eficientes baseado nas particularidades de cada localidade. Este trabalho usou uma metodologia de avaliação socioambiental participativa, adequada à realidade do lago Iripixi em Oriximiná, Estado do Pará, Brasil, com o objetivo de integrar o saber acadêmico e o conhecimento das comunidades locais, mediando, ainda, a sua relação com o poder público. Buscou-se conhecer as características locais, entender o processo de ocupação da região e os principais problemas existentes. Foram realizadas observações de campo, entrevistas, levantamento bibliográfico, bem como uma análise das imagens de satélites de diferentes épocas. Foi possível notar que a ocupação do lago Iripixi vem se intensificando nas últimas décadas e que a região vem sofrendo acelerado processo de desmatamento e degradação, diminuição na abundância dos peixes, poluição do solo e das águas, além do crescimento da violência no local. Outros problemas são diretamente ligados à falta de assistência governamental no local, vista a precariedade dos serviços de saúde, educação, abastecimento de água, esgotamento sanitário, coleta de lixo, lazer e fornecimento de energia. São necessárias ações visando garantir a melhoria da qualidade de vida e a valorização de atividades tradicionais em união com a conservação da biodiversidade local. A metodologia aqui desenvolvida atingiu seus objetivos, sendo uma ferramenta importante para a construção e organização do conhecimento sobre a região, podendo ser útil na legitimação da cidadania e para o diálogo entre atores sociais. Por sua simplicidade, esta metodologia pode ser facilmente adaptável a outras realidades.

Palavras-chave : Planejamento Participativo; Desenvolvimento Sustentável; Impacto Ambiental; Conservação da Biodiversidade; Qualidade de Vida.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )