SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.6 número2Identificação molecular e fenotípica de bactérias de solo rizosférico com tolerância ao fungicida Mancozeb, em Manaus, Estado do Amazonas, BrasilPerfil soroepidemiológico da hepatite B em localidades ribeirinhas do rio Madeira, em Porto Velho, Estado de Rondônia, Brasil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

  • Não possue artigos citadosCitado por SciELO

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Pan-Amazônica de Saúde

versão impressa ISSN 2176-6215versão On-line ISSN 2176-6223

Resumo

PIRES, Carla Avelar et al. Infecções bacterianas primárias da pele: perfil dos casos atendidos em um serviço de dermatologia na Região Amazônica, Brasil. Rev Pan-Amaz Saude [online]. 2015, vol.6, n.2, pp.45-50. ISSN 2176-6215.

As piodermites são doenças comuns, acometendo principalmente adultos e crianças. Objetivou-se neste trabalho descrever a frequência dos casos de piodermites (foliculite, erisipela, celulite, furúnculo e impetigo), o perfil epidemiológico dos pacientes acometidos por estas infecções, e observar possíveis associações com diabetes mellitus. O estudo foi realizado por meio da análise de 63 prontuários de pacientes portadores de piodermites, atendidos no período de janeiro de 2009 a outubro de 2012 no serviço de referência em dermatologia da Universidade do Estado do Pará, em Belém, Estado do Pará, Brasil. Os resultados apontaram que: as piodermites acometeram com maior frequência o gênero feminino (59%), exceto a foliculite, que predominou no gênero masculino; em relação aos tipos de piodermites, a foliculite foi a mais frequente, com 47,61% dos casos, independente do gênero; e a faixa etária mais acometida foi de 30-39 anos, representando 19,05% do total. Relacionando idade e gênero, a média de idade das mulheres foi de 39,4 anos e a de homens, de 30,5 anos. Dentre os casos de piodermites estudados, 8% ocorreram em pacientes diabéticos. Constatou-se que as infecções cutâneas mais prevalentes na Região Amazônica brasileira são a foliculite, o impetigo e erisipela. Não houve relação entre gênero e piodermites específicas. Um número expressivo de pacientes com as infecções bacterianas pesquisadas era de diabéticos, chamando a atenção para a necessidade de intensificar medidas preventivas contra estas infecções, principalmente neste grupo de risco.

Palavras-chave : Pioderma; Complicações do Diabetes; Infecções Bacterianas; Infecções por Bactérias Gram-Positivas.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )