SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.6 número2Aplicação de gráficos de controle de séries temporais para modelagem e monitoramento da sazonalidade do norovírusBiossegurança em transporte de material biológico no âmbito nacional: um guia breve índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

  • Não possue artigos citadosCitado por SciELO

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Pan-Amazônica de Saúde

versão On-line ISSN 2176-6223

Resumo

PIRES, Carla Andréa Avelar et al. Micose fungoide hipocromiante em grávida. Rev Pan-Amaz Saude [online]. 2015, vol.6, n.2, pp.69-72. ISSN 2176-6223.

Micose fungoide (MF) é o linfoma cutâneo primário mais comum, caracterizado pelo epidermotropismo de linfócitos T monoclonais. Apresentou-se um caso de paciente, 39 anos de idade, gestante de 22 semanas, com pequenas manchas brancas na região glútea há três anos, que aumentaram nos dois primeiros meses da gravidez. Ao exame apresentava máculas hipocrômicas de variados tamanhos na região glútea e pernas e placa eritematoinfiltrada na nádega esquerda. Foram realizadas duas biópsias; ambas mostraram epiderme com linfócitos dispostos em agregados de Pautrier. Na derme superior observou-se fibroplasia. A imunohistoquímica revelou marcação positiva para linfócitos T CD4. A paciente não apresentava linfonodos palpáveis e nem alteração na hematoscopia e, após realizado o diagnóstico de MF, foi encaminhada para hospital de referência.

Palavras-chave : Gestantes; Linfoma Cutâneo de Células T; Linfócitos T CD4-Positivos.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )