SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.6 número4Aspectos epidemiológicos dos casos humanos confirmados de leishmaniose tegumentar americana no Estado de Alagoas, BrasilEvidência de circulação de hantavirus em área silenciosa da Região Amazônica índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

  • Não possue artigos citadosCitado por SciELO

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Pan-Amazônica de Saúde

versão On-line ISSN 2176-6223

Resumo

CARNEIRO, Liliane Almeida et al. Investigação sorológica, molecular e anatomopatológica para leptospirose em ovinos (Ovis aries) procedentes de um biotério de criação. Rev Pan-Amaz Saude [online]. 2015, vol.6, n.4, pp.55-61. ISSN 2176-6223.

O presente trabalho relata um surto de leptospirose ocorrido no plantel de ovinos criados com finalidade de fornecimento de sangue aos laboratórios para produção de meios de cultivos e de testes de fixação de complemento. Foram realizadas análises sorológica, molecular e histopatológica. A análise sorológica foi realizada em 12 amostras utilizando o teste de soroaglutinação microscópica com ponto de corte 100, para os sorovares Leptospira Bataviae, L. Javanica, L. Panama, L. Hebdomadis, L. Castellonis, L. Icterohaemorrhagiae, L. Pyrogenes, L. Cynopteri, L. Serjoe, L. Australis, L. Wolffi, L. Copenhageni, L. Autumnalis, L. Pomona e L. Tarassovi. O exame anatomopatológico foi realizado somente em um dos animais, o qual foi encontrado morto e as análises moleculares foram realizadas no sangue e na urina utilizando a técnica do qPCR. Foram reagentes ao diagnóstico sorológico 50% dos animais, sendo identificados os sorovares L. Copenhageni (1/100 e 1/200), L. Castellonis (1/200 e 1/200), L. Icterohaemorrhagiae (1/200) e L. Cynopteri (1/200). O animal necropsiado apresentou hemorragia, icterícia e hemoglobinúria. A análise molecular demonstrou três animais positivos em amostras de sangue e dois animais positivos em amostras de urina, não havendo positividade concomitante para um mesmo animal. A identificação dos sorovares Icterohaemorrhagiae e Copenhageni sugere a necessidade de estudos, visando o isolamento do agente na região e a caracterização de sua patogenicidade, visto que no Brasil estes são os principais agentes etiológicos dos casos de leptospirose em humanos.

Palavras-chave : Leptospira; Ovinos; Biotério.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )