SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.7 número3Aplicação dos índices biológicos Biological Monitoring Working Party e Average Score per Taxon para avaliar a qualidade de água do rio Ouricuri no Município de Capanema, Estado do Pará, BrasilVírus da varicela-zoster: identificação dos genótipos em casos de varicela e herpes-zoster nos Municípios de Ananindeua, Belém e Marituba, Estado do Pará, Brasil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

  • Não possue artigos citadosCitado por SciELO

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Pan-Amazônica de Saúde

versão On-line ISSN 2176-6223

Resumo

SOUZA, Amanda Larissa Garça de et al. Aproveitamento nutricional e tecnológico dos frutos da castanhola (Terminalia catappa Linn.). Rev Pan-Amaz Saude [online]. 2016, vol.7, n.3, pp.23-29. ISSN 2176-6223.  http://dx.doi.org/10.5123/S2176-62232016000300003.

Esta pesquisa teve como objetivo aplicar tecnologias analíticas ao fruto da castanhola (Terminalia catappa Linn.), com vistas à agregação de valor nutricional a este fruto característico de áreas urbanas com função clássica de arborização. Seus frutos normalmente têm se mostrado apenas como um contaminante ambiental, com pouco aproveitamento nos mais diversos setores econômicos. Assim, há a necessidade de aplicação de metodologias de base em análise alimentar para rastrear a qualidade nutricional e funcional de partes comestíveis ou não deste fruto, isolando seus compostos, como o óleo de sua amêndoa. Os resultados da aplicação de tecnologias de extração de óleos, via sólido-líquido, com solventes orgânicos, mostrou uma elevada concentração de macronutrientes em termos quantitativos, com rendimento médio de 52,85%. Quando analisado sob a vertente dos padrões de qualidade da legislação brasileira vigente, o fruto mostrou-se com bom padrão de qualidade expresso pelos seus valores de acidez e peróxido abaixo dos valores preconizados. Sua qualidade funcional, relacionada ao seu perfil cromatográfico, mostrou predominância em ácidos graxos insaturados, com considerável destaque para os ácidos graxos oleico (33,87%), linoleico (22,24%) e linolênico com (0,068%), sendo estes conhecidos respectivamente como ômegas 9, 6 e 3. Estes dados demonstram sua elevada importância para a nutrição, com base nos lipídios funcionais expressos na sua constituição, uma vez que estes são elementos pró e anti-inflamatórios orgânicos, responsáveis diretos pela manutenção da defesa imunológica humana, e não como têm sido predominantemente vistos, como contaminantes ambientais.

Palavras-chave : Castanhola; Aproveitamento Nutricional; Extratos Vegetais.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )