SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.7 número3Vírus da varicela-zoster: identificação dos genótipos em casos de varicela e herpes-zoster nos Municípios de Ananindeua, Belém e Marituba, Estado do Pará, BrasilPerfil dos exames citopatológicos do colo do útero realizados na Casa da Mulher, Estado do Pará, Brasil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

  • Não possue artigos citadosCitado por SciELO

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Pan-Amazônica de Saúde

versão On-line ISSN 2176-6223

Resumo

OLIVEIRA, Rodrigo Alves de et al. Perfil de suscetibilidade de uropatógenos em gestantes atendidas em um hospital no sudeste do Estado do Pará, Brasil. Rev Pan-Amaz Saude [online]. 2016, vol.7, n.3, pp.43-50. ISSN 2176-6223.  http://dx.doi.org/10.5123/S2176-62232016000300005.

INTRODUÇÃO:

A infecção do trato urinário (ITU) é uma das doenças responsáveis pelo aumento de partos prematuros, além de estar associada com a restrição de crescimento intrauterino, retardo mental e complicações secundárias relacionadas à mãe.

OBJETIVOS:

Identificar as espécies bacterianas e demonstrar o perfil de suscetibilidade a antimicrobianos (in vitro) de amostras urinárias isoladas de gestantes atendidas em um hospital público no sudeste do Estado do Pará, Brasil.

MATERIAIS E MÉTODOS:

Foi realizado um estudo descritivo, prospectivo e transversal. O procedimento técnico de análise microbiológica das amostras seguiu as recomendações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária e do Clinical and Laboratory Standards Institute.

RESULTADOS:

Foram analisados 86 sumários de urina de 86 gestantes; desses, 38,4% foram positivos para ITU e 76% das pacientes não apresentaram solicitação para realização de urocultura. A Escherichia coli se fez presente em 36,4% das ITU. O perfil de suscetibilidade para meropenem, rifampicina e vancomicina foi de 100% de eficácia para as cepas testadas, enquanto que os betalactâmicos não apresentaram bom desempenho.

CONCLUSÃO:

Esses resultados reforçam a necessidade de se realizar e seguir as recomendações para o diagnóstico correto e tratamento efetivo da ITU em gestantes, a fim de evitar a ocorrência frequente de complicações perinatais, destacando o importante papel do teste de suscetibilidade a antimicrobianos.

Palavras-chave : Infecções Urinárias; Gestantes; Resistência Microbiana a Medicamentos; Testes de Sensibilidade Microbiana..

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )