SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.8 número2Fatores de risco em contatos intradomiciliares de pacientes com hanseníase utilizando variáveis clínicas, sociodemográficas e laboratoriaisAvaliação do impacto das ações do Programa de Controle da Esquistossomose no controle das geo-helmintoses em São João Evangelista, Minas Gerais, Brasil, entre 1997 e 2013 índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

  • Não possue artigos citadosCitado por SciELO

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Pan-Amazônica de Saúde

versão impressa ISSN 2176-6223versão On-line ISSN 2176-6223

Resumo

NUNES, Heloisa Marceliano et al. As hepatites virais: aspectos epidemiológicos, clínicos e de prevenção em municípios da Microrregião de Parauapebas, sudeste do estado do Pará, Brasil. Rev Pan-Amaz Saude [online]. 2017, vol.8, n.2, pp.29-35. ISSN 2176-6223.  http://dx.doi.org/10.5123/s2176-62232017000200004.

INTRODUÇÃO:

Curionópolis e Canaã dos Carajás são municípios localizados a sudeste do estado do Pará, Brasil, estando submetidos a grande fluxo migratório, pela influência de áreas de garimpo e pela implantação de grandes projetos de mineração, o que impõe a necessidade de se conhecer, na região, os padrões epidemiológicos de doenças endêmicas, como as hepatites virais.

OBJETIVOS:

Definir a frequência das infecções pelos vírus das hepatites A (VHA), B (VHB), C (VHC) e D (VHD) em amostras de soro de indivíduos procedentes de municípios da Microrregião de Parauapebas.

MATERIAIS E MÉTODOS:

Realizou-se estudo descritivo quantitativo, entre agosto de 2012 e setembro de 2014, utilizando dados coletados, de forma aleatória, de indivíduos dos municípios de Canaã dos Carajás e Curionópolis. Foram coletadas amostras de sangue para exames sorológicos das hepatites virais A, B, C e D, por técnica imunoenzimática.

RESULTADOS:

Em Canaã dos Carajás, entre as 825 amostras, houve prevalência de 76,4% para anti-VHA; 0,2% eram HBsAg+; foi detectada prevalência de 0,1% anti-VHC; sendo que o anti-HD das amostras HBsAg+ foi negativo. Em Curionópolis, entre as 376 amostras de soro, a prevalência de anti-VHA foi de 84,8%; 0,5% apresentaram HBsAg+; houve prevalência de anti-VHC de 0,5%; e nenhuma amostra foi positiva para anti-HD.

CONCLUSÃO:

Concluiu-se, laboratorialmente, que Curionópolis apresentou endemicidade elevada para o VHA e o VHB, e baixa para o VHC; Canaã dos Carajás apresentou endemicidade elevada para o VHA, intermediária para o VHB e baixa para o VHC. O VHD não foi encontrado nessas populações.

Palavras-chave : Hepatite A; Hepatite B; Hepatite C; Hepatite D.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )