SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.8 issue4Seroprevalence of hepatitis B and C virus infections and vaccination status for hepatitis B virus in the Federal Highway Police workers, Pará State, Brazil, 2013-2014Occurrence of Schistosoma Mansoni in the municipality of São Bento, Maranhão State, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

  • Have no cited articlesCited by SciELO

Related links

  • Have no similar articlesSimilars in SciELO

Share


Revista Pan-Amazônica de Saúde

Print version ISSN 2176-6223On-line version ISSN 2176-6223

Abstract

GOMES, Lourdes Oliveira et al. Aspectos epidemiológicos das enteroinfecções bacterianas em menores de 5 anos de idade em Rio Branco, estado do Acre, Brasil. Rev Pan-Amaz Saude [online]. 2017, vol.8, n.4, pp.35-43. ISSN 2176-6223.  http://dx.doi.org/10.5123/s2176-62232017000400008.

OBJETIVO:

Investigar a ocorrência de enteropatógenos bacterianos na etiologia da doença diarreica aguda (DDA), associando variáveis clínico-epidemiológicas, em menores de 5 anos de idade, atendidos em unidades de saúde do município de Rio Branco, estado do Acre, Brasil, em 2012.

MATERIAIS E MÉTODOS:

O estudo envolveu a análise de dados obtidos das fichas clínico-epidemiológicas de 502 crianças, sendo 272 casos de DDA e 230 controles. A frequência de cada enteropatógeno pesquisado e a associação desses agentes com as condições socioeconômicas das crianças foram verificadas por meio dos testes qui-quadrado e teste exato de Fisher, adotando-se um nível de significância de 0,05 (5%) e utilizando-se o programa BioEstat v5.0.

RESULTADOS:

As bactérias mais frequentes em ambos os grupos foram Escherichia coli diarreiogênicas (80,2%), Campylobacter jejuni e Campylobacter coli (9,0%), Shigella spp. (5,6%) e Salmonella spp. (4,0%). Houve associação significativa entre a ocorrência de E. coli e a presença de DDA (p < 0,001). A distribuição temporal das E. coli diarreiogênicas foi maior nos meses de novembro e dezembro (período chuvoso). A associação entre a renda familiar e o grupo clínico foi estatisticamente significativa (p < 0,00051). Quanto às condições de habitação, foi observado maior risco quando a frequência da coleta de lixo era irregular. Constatou-se que o risco da criança desenvolver DDA era maior quando a mãe tinha entre 14 e 19 anos de idade.

CONCLUSÃO:

Verificou-se que os casos de DDA em menores de 5 anos de idade, em Rio Branco, estavam relacionados à circulação de enteropatógenos bacterianos, em especial a E. coli diarreiogênica.

Keywords : Gastroenterite; Enterobactérias; Crianças.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )