SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.8 número4Prevalência e diversidade molecular de adenovírus em crianças com gastroenterite aguda grave, em Belém, estado do Pará, antes e após a introdução da vacina contra rotavírus no Brasil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

  • Não possue artigos citadosCitado por SciELO

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Pan-Amazônica de Saúde

versão impressa ISSN 2176-6223versão On-line ISSN 2176-6223

Resumo

LEAL, Daniele Lopes; WERNECK, Marcos Azeredo Furquim  e  BORGES-OLIVEIRA, Ana Cristina. Validação da versão saúde bucal do Instrumento de Diagnóstico do Estágio de Desenvolvimento da Rede de Atenção à Saúde. Rev Pan-Amaz Saude [online]. 2017, vol.8, n.4, pp.65-75. ISSN 2176-6223.  http://dx.doi.org/10.5123/s2176-62232017000400011.

OBJETIVO:

Validar a versão saúde bucal do Instrumento de Diagnóstico do Estágio de Desenvolvimento da Rede de Atenção à Saúde.

MATERIAIS E MÉTODOS:

A amostra foi composta pelos coordenadores de saúde bucal de 154 municípios do estado de Minas Gerais, Brasil, escolhidos por conveniência. A versão saúde bucal do Instrumento passou previamente pela etapa de adaptação e, em seguida, foram conduzidas as fases de teste de campo e o estudo das propriedades psicométricas do Instrumento (confiabilidade e validade). Os questionários foram enviados aos coordenadores por e-mail.

RESULTADOS:

A consistência interna mostrou índices adequados para o escore total (coeficiente alfa de Cronbach = 0,97) e domínios (coeficiente alfa de Cronbach = 0,77-0,94). O teste-reteste teve boa estabilidade, conforme a análise do escore total (coeficiente de correlação intraclasse - CCI = 0,88) e domínios (CCI = 0,83-0,91). A mensuração das concordâncias dos itens demonstrou validade de constructo, variando de regular à quase perfeita (r s entre 0,25 e 0,81). Para a validade discriminante, o escore total e os domínios "População", "Sistemas logísticos" e "Sistema de governança da rede" distinguiram os grupos conforme o tempo de formado (p ≤ 0,05).

CONCLUSÃO:

A versão saúde bucal do Instrumento mostrou propriedades psicométricas adequadas quanto à confiabilidade e à validade do constructo e discriminante.

Palavras-chave : Saúde Bucal; Estudos de Validação; Integralidade em Saúde; Serviços de Saúde.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )