SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.9 número3Circulação do vírus respiratório sincicial humano em cinco Estados da Região Amazônica brasileira: primeira descrição do genótipo ON1 no ParáEnvenenamento por serpente Bothrops no município de Afuá, Ilha de Marajó, estado do Pará, Brasil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

  • Não possue artigos citadosCitado por SciELO

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Pan-Amazônica de Saúde

versão impressa ISSN 2176-6223versão On-line ISSN 2176-6223

Resumo

SOUZA, Jessika Cardoso de et al. Qualidade de vida de idosos submetidos à quimioterapia antineoplásica atendidos em um hospital de referência oncológica. Rev Pan-Amaz Saude [online]. 2018, vol.9, n.3, pp.47-55. ISSN 2176-6223.  http://dx.doi.org/10.5123/s2176-62232018000300006.

OBJETIVOS:

Avaliar a qualidade de vida (QV) dos idosos submetidos ao tratamento quimioterápico antineoplásico, assim como suas associações com fatores socioeconômicos, nível de dependência e dados clínicos.

MATERIAIS E MÉTODOS:

Realizou-se um estudo transversal com 200 idosos atendidos em um ambulatório de um hospital de referência oncológica do estado do Pará, Brasil. A QV foi avaliada pelo instrumento EORTC QLQ-C30 v3, constituído por 30 questões que abrangiam 15 domínios, divididos em três escalas distintas: escala de estado de saúde global e QV; escala funcional; e escala de sintomas. O nível de dependência foi avaliado pela Escala de Lawton e Brody, que permite analisar a capacidade do indivíduo em realizar as atividades instrumentais da vida diária, como utilizar o telefone, administrar o dinheiro, realizar compras, preparar refeições e viajar. Os dados foram analisados por meio de estatística descritiva, teste de qui-quadrado e ANOVA.

RESULTADOS:

Evidenciou-se uma QV mediana. As escalas saúde global e funcional apresentaram resultados medianos, enquanto a escala de sintomas demonstrou melhor QV em seus domínios. Identificou-se uma relação significante entre a QV dos idosos e o nível de dependência. Os domínios mais afetados foram dificuldade financeira, fadiga, desempenho de papéis e função social.

CONCLUSÃO:

A interferência da QV, bem como o nível de dependência dos idosos, estão associados à doença, seu tratamento e às condições de morbidade.

Palavras-chave : Qualidade de Vida; Idosos; Idoso Fragilizado; Antineoplásicos.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )