SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.9 número4Prevalência de raiva animal no estado do Pará, no período de 2004 a 2013Acidente por aranha armadeira com sequela do fenômeno Raynaud índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

  • Não possue artigos citadosCitado por SciELO

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Pan-Amazônica de Saúde

versão On-line ISSN 2176-6223

Resumo

GOVEIA, Christiane de Oliveira; CALDEIRA, Roberta Lima; NUNES, Márcio Roberto Teixeira  e  ENK, Martin Johannes. Moluscos do gênero Biomphalaria Preston, 1910 na Região Amazônica: primeiro relato de Biomphalaria occidentalis Paraense, 1981 no estado do Pará, Brasil. Rev Pan-Amaz Saude [online]. 2018, vol.9, n.4, pp.63-67. ISSN 2176-6223.  http://dx.doi.org/10.5123/s2176-62232018000400007.

INTRODUÇÃO:

No estado do Pará, Região Norte do Brasil, há relatos da existência de Biomphalaria glabrata, Biomphalaria straminea, Biomphalaria schrammi e Biomphalaria kuhniana.

OBJETIVO:

Relatar a primeira ocorrência de Biomphalaria occidentalis no Pará.

MATERIAIS E MÉTODOS: Cinco moluscos foram coletados, examinados quanto à presença de cercárias de Schistosoma mansoni e as taxonomias morfológica e molecular foram realizadas.

RESULTADOS:

Nenhum espécime parasitado por larva de trematódeo foi detectado. Foi identificada a espécie Biomphalaria occidentalis, sendo o primeiro registro no Pará.

CONCLUSÃO:

O resultado obtido contribuiu para melhorar o conhecimento sobre a dispersão e a diversidade de moluscos Biomphalaria na Região Amazônica.

Palavras-chave : Biomphalaria; Moluscos; Reação em Cadeia da Polimerase; Polimorfismo de Fragmento de Restrição; Esquistossomose; Taxonomia.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )