SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11Doença de Chagas aguda no estado do Pará, Brasil: série histórica de aspectos clínicos e epidemiológico em três municípios, no período de 2007 a 2015Distribuição espacial da hanseníase em menores de 15 anos de idade, no município de Belém, estado do Pará, Brasil índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

  • No hay articulos citadosCitado por SciELO

Links relacionados

  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO

Compartir


Revista Pan-Amazônica de Saúde

versión impresa ISSN 2176-6215versión On-line ISSN 2176-6223

Resumen

BORGES NETO, Francisco das Chagas et al. Efetividade do tratamento com drogas antivirais de ação direta em pacientes com hepatite C atendidos em um centro de referência no estado do Pará, Brasil, de 2017 a 2019. Rev Pan-Amaz Saude [online]. 2020, vol.11, e202000468.  Epub 20-Ago-2020. ISSN 2176-6215.  http://dx.doi.org/10.5123/s2176-6223202000468.

OBJETIVO:

Avaliar a efetividade e a tolerabilidade do tratamento da hepatite C com antivirais de ação direta em pacientes portadores de hepatite C crônica, atendidos no Ambulatório de Hepatologia da Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará, em Belém, estado do Pará, Brasil.

MATERIAIS E MÉTODOS:

Estudo transversal, realizado com 305 pacientes em tratamento com sofosbuvir (SOF), daclatasvir (DAC) ou simeprevir (SMV) de maio de 2017 a março de 2019. Foram analisados os prontuários de 250 pacientes que concluíram o tratamento nesse período, dos quais foram avaliados dados demográficos e clínicos.

RESULTADOS:

Observou-se predomínio do gênero masculino (50,40%), idade média de 61,21 anos e procedência de Belém (69,20). A maioria (54,00%) era portador de cirrose, e 40,80% relatou tratamento anterior. O genótipo 1 foi encontrado em 73,60%, e o genótipo 3, em 23,20% dos casos. O esquema de tratamento mais utilizado foi SOF, DAC e ribavirina (RBV) por 12 semanas. A taxa de resposta virológica sustentada (RVS) geral encontrada foi de 97,2%. Os não respondedores eram quatro do genótipo 3 e três do genótipo 1, sendo utilizados três esquemas com SOF+DAC+RBV por 12 semanas; dois esquemas com SOF+DAC por 12 semanas; um esquema com SOF+DAC por 24 semanas; e um esquema com SOF+SMV por 12 semanas.

CONCLUSÃO:

Os resultados deste estudo mostraram uma população predominantemente urbana, masculina, a maioria de cirróticos, com predomínio do genótipo 1. Ressalta-se a boa tolerância e a elevada efetividade dos novos antivirais de ação direta, com uma taxa global de RVS de 97,2%.

Palabras clave : Hepatite C Crônica; Antivirais; Sofosbuvir; Simeprevir; Ribavirina; Combinação de Medicamentos.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués | Inglés     · Inglés ( pdf ) | Portugués ( pdf )