SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11Tendência da mortalidade por leucemia na Colômbia e sua capital, Bogotá: um estudo ecológico de 1985 a 2012 índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

  • No hay articulos citadosCitado por SciELO

Links relacionados

  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO

Compartir


Revista Pan-Amazônica de Saúde

versión impresa ISSN 2176-6215versión On-line ISSN 2176-6223

Resumen

FARO, Sarah Maria de Lima; COUTINHO, Igor Jordan Barbosa; GADELHA, Maria Apolônia da Costa  y  PARDAL, Pedro Pereira de Oliveira. Envenenamento por Crotalus durissus marajoensis em Muaná, Ilha de Marajó, estado do Pará, Brasil. Rev Pan-Amaz Saude [online]. 2020, vol.11, e202000177.  Epub 06-Abr-2020. ISSN 2176-6215.  http://dx.doi.org/10.5123/s2176-6223202000177.

OBJETIVO:

Relatar um caso de envenenamento por Crotalus durissus marajoensis Hoge, 1966 em Muaná, arquipélago do Marajó, no estado do Pará, Brasil.

RELATO DO CASO:

Pescador, 48 anos de idade, picado por cascavel no tornozelo direito quando caminhava em área de campo. Após o envenenamento, relatou parestesia sem dor local. Em seguida, apresentou sensação de peso na cabeça, dificuldade de abrir as pálpebras, disartria, visão turva e diplopia. Deu entrada no Hospital Municipal de Muaná, 9 h após a picada, com os sinais e sintomas referidos, acrescidos de náuseas, tontura, dificuldade de deambular e mialgia. Devido à ausência do antiveneno específico no hospital do município, o paciente foi encaminhado para o Pronto Socorro Municipal em Belém do Pará, onde chegou após 18 h do acidente, apresentando fácies neurotóxica, midríase, colúria e oligúria. O caso foi classificado como envenenamento grave e aplicado o antiveneno específico. Após quatro dias, o paciente foi transferido para o Hospital Universitário João de Barros Barreto, com evidência de neurotoxicidade, onde foram realizadas medidas de suporte clínico e exames laboratoriais. Foram observadas alterações no hemograma, no coagulograma, nos níveis de ureia, creatinina, transaminases e creatinofosfoquinase, evidenciando rabdomiólise. Apesar do tratamento soroterápico e de suporte clínico terem sido realizados tardiamente, houve evolução para a cura clínica.

CONCLUSÃO:

Ressalta-se a importância da soroterapia precoce e a raridade do envenenamento por essa subespécie, cujas características clínicas são as mesmas dos demais acidentes crotálicos relatados no Brasil.

Palabras clave : Cascavel; Picada de Cobra; Acidente Ofídico.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués     · Portugués ( pdf )