SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.2 número1Caracterização molecular dos genótipos G e P de rotavírus, cepa G9, de crianças com gastrenterite aguda na Região Metropolitana de Belém, Estado do Pará, de 1999 a 2007 índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

  • Não possue artigos citadosCitado por SciELO

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Pan-Amazônica de Saúde

versão impressa ISSN 2176-6223versão On-line ISSN 2176-6223

Rev Pan-Amaz Saude v.2 n.1 Ananindeua mar. 2011

http://dx.doi.org/10.5123/S2176-62232011000100015 

RESUMO DE TESE E DISSERTAÇÃO

 

Avaliação do teste de aglutinação com partículas de látex sensibilizadas com exoantígeno bruto de Paracoccidioides brasiliensis no sorodiagnóstico da paracoccidioidomicose

 

 

Fabíola Silveira GomesI; Silvia Helena Marques-da-SilvaII

IUniversidade Federal do Pará, Belém, Pará, Brasil. Laboratório de Micologia, Seção de Bacteriologia e Micologia, Instituto Evandro Chagas/SVS/MS, Ananindeua, Pará, Brasil
IILaboratório de Micologia, Seção de Bacteriologia e Micologia, Instituto Evandro Chagas/SVS/MS, Ananindeua, Pará, Brasil

Endereço para correspondência
Correspondence
Dirección para correspondencia

 

 


INTRODUÇÃO: A Paracoccidioidomicose (PCM) é uma micose causada pelo agente dimórfico Paracoccidioides brasiliensis e configura uma micose pulmonar importante em países da América Latina, como Venezuela, Argentina e Brasil. Esta doença geralmente se manifesta como uma infecção pulmonar crônica, com lesões extrapulmonares, como as que afetam a mucosa oral. A infecção é adquirida pela inalação de propágulos infectantes que se desenvolveram a partir da forma miceliana do fungo (25o), e que podem se converter em forma de levedura nos pulmões (35o/37o). Os pacientes podem apresentar uma das seguintes formas clínicas da doença: forma clínica aguda (subaguda/juvenil) ou forma crônica (adulta). Um diagnóstico definitivo é realizado por meio da visualização ou isolamento do fungo de espécimes clínicos de pacientes como escarro ou lavado broncoalveolar de pacientes. Como as ferramentas convencionais de diagnóstico são muito demoradas e os diagnósticos convencionais carecem de sensibilidade, a detecção de anticorpos de testes sorológicos também pode ser uma ferramenta eficaz para o diagnóstico e para o monitoramento da resposta ao tratamento. Além disso, o teste de aglutinação com látex (LA) apresenta vantagens em relação a essas ferramentas de diagnóstico, como a sua rápida execução. Este estudo demonstra a sua eficiência como teste diagnóstico para o sorodiagnóstico de PCM.
OBJETIVO: O objetivo deste estudo foi determinar a capacidade do teste de LA para detectar anticorpos em amostras de soro de pacientes com PCM.
MATERIAIS E MÉTODOS: Soluções de partículas de látex a 1% em tampão CO32-/HCO3- a um pH 9.2 foram sensibilizadas com 400 µg de antígeno bruto de leveduras de P. brasiliensis. Em lâminas de vidro escuro, 25 µL de soro foram homogeneizados com 25 µL de solução teste de LA (diluída a 1:2 no mesmo tampão) e incubado por 5 min antes da leitura visual. Foram testadas 146 amostras extraídas de pacientes, dos quais 51 tinham PCM; 11, histoplasmose; 15, aspergilose; 49 apresentavam infecções não fúngicas; e 20 eram de soro humano normal. Todas as amostras haviam sido pré-testadas utilizando o ensaio de imunodifusão (ID).
RESULTADOS: No presente estudo, foram obtidos 84% de sensibilidade e 81% de especificidade para o teste de LA. As 43 amostras de soro dos pacientes com PCM positivos para o teste de LA apresentaram padrões de aglutinação entre 1 + (pequenos grânulo imersos em solução escura) e 4 + (grânulos grandes imersos em solução límpida). Os títulos foram mantidos em uma diluição de 1:64. As amostras dos pacientes com histoplasmose (3/11), aspergilose (4/15) e infecções não fúngicas (11/49) demonstraram reatividade cruzada menor ou igual que 1 em 4 e não foi observada nenhuma reatividade cruzada nas amostras de soro humano normal.
CONCLUSÃO: Devido à facilidade e rapidez na execução do teste de LA, esses resultados apresentam um impacto significativo no aprimoramento dos métodos diagnósticos. Além disso, apesar do pequeno número de amostras examinadas, concluiu-se que o teste de LA pode ser utilizado como um método para sorodiagnótico no futuro. No entanto, são necessárias uma caracterização dos fatores interferentes e a eliminação da reatividade cruzada antes de sua aplicação em análises laboratoriais de rotina.

Palavras-chave: Paracoccidioidomicose; Teste Sorológico; Teste de Aglutinação do Látex.


 

Apoio financeiro: CAPES (bolsa de mestrado) e CNPq (Edital MCT/CNPq 15/2007-Universal, processo n. 471106/2007-0).

 

 

Correspondence / Correspondência /Correspondência:
Fabíola Silveira Gomes
Instituto Evandro Chagas,
Seção de Bacteriologia e Micologia
Rodovia BR 316, km 7, s/no. Bairro: Levilândia
CEP:67030-000
Ananindeua-Pará-Brasil
Telefone: 55 91 32142120/Fax: 55 91 3214 2114
E-mail:fabiolasilveiragomes@hotmail.com

Recebido em / Received / Recibido en: 16/2/2011
Aceito em / Accepted / Aceito en: 26/5/2011