SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.2 número2Distribuição, diversidade e biologia de flebotomíneos (Diptera: Psychodidae: Phlebotominae) da área do campus da Universidade Federal do Amazonas, Manaus, Estado do Amazonas, BrasilLeishmaniose tegumentar experimental e natural no cão doméstico (Canis familiaris), Município de Manaus, Estado do Amazonas, Brasil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

  • Não possue artigos citadosCitado por SciELO

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Pan-Amazônica de Saúde

versão On-line ISSN 2176-6223

Rev Pan-Amaz Saude v.2 n.2 Ananindeua jun. 2011

http://dx.doi.org/10.5123/S2176-62232011000200013 

RESUMO DE TESE E DISSERTAÇÃO | SUMMARY OF THESIS AND DISSERTATION | RESUMEN DE TESIS Y DISERTACIÓN

 

Caracterização molecular de Leishmania sp. (Kinetoplastida: Trypanosomatidae) proveniente de casos de leishmaniose cutânea dos Municípios de Rio Preto da Eva e Manaus, Estado do Amazonas, Brasil*

 

Molecular characterization of Leishmania sp. (Kinetoplastida: Trypanosomatidae) from cases of cutaneous leishmaniasis in the Municipalities of Rio Preto da Eva and Manaus, Amazonas State, Brazil

 

Caracterización molecular de Leishmania sp. (Kinetoplastida: Trypanosomatidae) proveniente de casos de leishmaniasis cutánea de los Municipios de Rio Preto da Eva y Manaus, Estado de Amazonas, Brasil

 

 

Luanda de Paula FigueiraI; Antónia Maria Ramos FrancoII

IPrograma de Pós-graduação Mestrado Multidisciplinar em Patologia Tropical da Universidade Federal do Amazonas, Manaus, Amazonas, Brasil
IILaboratório de Leishmaniose e Doença de Chagas, Coordenação de Pesquisas em Ciências da Saúde, Instituto Nacional de Pesquisas em Ciências da Saúde, Manaus, Amazonas, Brasil

Endereço para correspondência
Correspondence
Dirección para correspondencia

 

 


INTRODUÇÃO: Na Região Amazônica, existe uma associação entre a ocorrência de surtos epidêmicos e as derrubadas de matas para construção de estradas ou implantação de novos povoados. Devido à maior variedade de espécies de vetores da leishmaniose e animais reservatórios nesta região, há um maior polimorfismo genético nos parasitas do gênero Leishmania.
OBJETIVO: O objetivo deste estudo foi identificar as espécies de Leishmania isoladas de humanos em dois Municípios do Estado do Amazonas (Rio Preto da Eva e Manaus) e avaliar o polimorfismo genético destes parasitas.
MATERIAIS E MÉTODOS: Foram analisados 23 isolados por eletroforese de isoenzimas e o marcador de amplificação ao acaso de DNA polimórfico (RAPD). Para identificar as amostras, foram utilizados oito loci enzimáticos. Com base na similaridade das bandas e dos conhecidos loci diagnósticos, espécies foram atribuídas a cada estoque. A variabilidade interespecífica entre as amostras de flagelados foi determinada pelo RAPD. Os dados obtidos foram estudados por análise fenética e distância genética para determinar as relações taxonómicas entre as espécies/isolados deste gênero.
RESULTADOS: Um total de cinco diferentes zimodemas foi encontrado e uma correlação entre os resultados das diversas técnicas numéricas e métodos foi demonstrada. Os zimodemas puderam agrupar duas espécies do subgênero Viannia - L. guyanensis e L. naiffi. Todos os isolados de L. guyanensis agruparam-se num mesmo zimodema e essas cepas foram polimórficas pela análise do RAPD, tal como L. naiffi.
CONCLUSÃO: Os resultados demonstraram a aparente homogeneidade isoenzimática das amostras de L. guyanensis e a heterogeneidade de L. naiffi, indicando a circulação destas espécies em ambos os municípios. Foi possível observar, pelo RAPD, variabilidade genética entre as cepas isoladas de L. guyanensis e de L. naiffi. São discutidas as implicações e relações observadas entre os isolados, principalmente quanto à importância de escolha do marcador.

Palavras-chave: Polimorfismo Genético; Leishmania; Isoenzimas; Eletroforese; Técnica de Amplificação ao Acaso de DNA Polimórfico.


 

Apoio financeiro: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia e Fundação de Amparo as Pesquisas do Estado do Amazonas.

 

 

Correspondência / Correspondence / Correspondencia:
Antonia Maria Ramos Franco
Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia,
Laboratório de Leishmaniose e Doença de Chagas
Av. André Araújo, no 2936
Manaus-Amazonas-Brasil
E-mail:afranco@inpa.gov.br

Recebido em / Received / Recibido en: 26/8/2010
Aceito em / Accepted / Aceito en: 29/3/2011

 

 

*Resumo de dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Patologia Tropical da Universidade Federal do Amazonas sob orientação da Profa. Dra. Antonia Maria Ramos Franco como parte do requisito para obtenção do título de Mestre, em 03 de março de 2006, Manaus, Amazonas, Brasil.